Bangu tira invencibilidade do Uberlândia e entra na briga; Nova Orleans bate União Ahu e segue sonhando

À esquerda, Joãozinho comemora o terceiro gol do Bangu, que cresceu na tabela na reta final; À direita, o Nova Orleans teve muito trabalho diante de um União Ahu bastante brioso

A rodada Copa de Futebol Amador da Capital neste sábado (10) no José Drulla Sobrinho teve a quebra de invencibilidade do Uberlândia diante de um Bangu comandado pelo meia Joãozinho, autor de dois gols num 3 a 0 em que o adversário perdeu muitos gols, e uma vitória duríssima do Nova Orleans sobre o União Ahu por 2 a 1 em que o adversário, com oito desfalques, improvisou goleiros na linha na etapa final mas mesmo assim vendeu bem caro o resultado.

Das quatro equipes que estiveram em campo, apenas o União Ahu não tem chances matemáticas de título, estando na vice-lanterna com apenas 4 pontos. O Nova Orleans é o vice-líder com 16 pontos, um a menos que o líder Capão Raso, este podendo perder pontos por escalação irregular. Os dois ponteiros são os únicos dos times na briga que ainda não folgaram na competição, isto é, jogarão apenas mais duas vezes. O Bangu assumiu a quarta colocação com 13 pontos e o Uberlândia está logo atrás com 12 pontos. Os sete primeiros seguem com chances matemáticas de título.

O Nova Orleans folga na próxima rodada. Os demais times envolvidos na jornada que cobrimos voltam a jogar no próximo sábado (17) às 15h30. O Uberlândia recebe o Nacional no Manoel Gustavo Schier, o União Ahu recebe o Palmeirinha no Ricardo Halick, e o Bangu faz duelo praticamente direto contra o Capão Raso no José Carlos de Oliveira Sobrinho.

Joãozinho comanda Bangu em arrancada

O Uberlândia entrou em campo no José Drulla Sobrinho como o último dos invictos na Copinha. No entanto, no primeiro minuto de jogo começou seu calvário. Joãozinho bateu escanteio na esquerda e a bola entrou direto superando o goleiro Gaúcho. Gol olímpico.

O gol fez o Bangu começar em alta rotação. Com o tempo passando, o Uberlândia primeiro equilibrou as ações e depois passou a comandar o jogo.

Assim seguiu no começo do segundo tempo. No entanto, Ricardo estava na meta rubro-negra, barrando várias tentativas do Uber.

Em processo de renovação, o Bangu lançou no time adulto o atacante Neguinho, aquele que foi vice-artilheiro da última Série B da Suburbana Juvenil encerrada há quase 6 meses e que foi conquistada pelo Bangu. Apesar de jovem, 18 anos, o camisa 15 acabou cumprindo um velho ditado do futebol: “quem não faz toma”. Aos 31 minutos, ele arrancou pela esquerda, livrou-se da marcação e bateu cruzado para fazer o seu primeiro gol na categoria adulta e dar mais tranquilidade ao Bangu.

O gol deixou as ações do jogo equilibradas. Mais eficiente, o time do Bangu chegou ao terceiro gol. Joãozinho encerrou o jogo em seu último lance, aos 50 minutos, fazendo o que fez no primeiro minuto: gol. Desta vez recebendo lançamento e finalizando com qualidade. Placar final de 3 a 0.

“Nossa partida. Acabamos tomando gol cedo, tendo de ir para cima com tudo. Temos de continuar jogando. Poderíamos ter ganhado uns pontinhos, mas faz parte”, disse após o jogo o lateral Luan Santos do Uberlândia.

“Tive uma tarde feliz. Escanteio que bati eu queria cruzar, mas peguei de três dedos. Os meninos se dedicaram. O Uberlândia é uma grande equipe e agora vamos ver o que conseguimos pela frente”, disse Joãozinho, autor de dois gols do Bangu.

União Ahu vende caro a derrota frente ao Nova Orleans

No jogo de fundo, o Nova Orleans veio praticamente completo, pois o julgamento que poderia suspender o meia Leomar e o atacante Ederson foi adiado pela ausência do árbitro da partida no TJD nesta semana. Do outro lado, o União Ahu contou com seis desfalques por lesão e dois por suspensão, contando com algumas estreias e com apenas quatro jogadores no banco, sendo três goleiros de origem, dois deles improvisados como jogadores de linha.

Mesmo assim, o time visitante não se intimidou e deu algum trabalho ao goleiro Yuri. Do outro lado, o goleiro Lucas teve bastante trabalho, assim como muitas chances do Orleans foram desperdiçadas. Na primeira etapa, o União Ahu teve um pênalti não marcado em um empurrão na área.

Aos 32 minutos da etapa inicial, o árbitro Diego Bonfim marcou pênalti de Guilherme Ribeiro. Ederson acabou chutando por cima do gol.

Com o gol não saindo, o time do Nova Orleans começou a demonstrar nervosismo para finalizar, o que se estendeu por boa parte da segunda etapa. O União Ahu seguia se defendendo bem e tentando levar vantagem em suas estocadas.

O zero do placar acabou saindo em um lance chorado. A bola foi cruzada baixa na área aos 24 minutos e Igor completou para o alívio do time da casa.

O segundo gol do Nova Orleans saiu em trama pela direita. Leonardo acionou Fininho na passagem. O meia cruzou e Jorge empurrou para as redes dividindo com a zaga.

O que parecia virar tranquilidade para o time da casa, virou suspense nos minutos finais. Mesmo improvisando os goleiros Maba, como lateral, e Joe, como atacante, depois de tomar o segundo gol, o Tricolor do Parque São Lourenço teve seu esforço recompensado diminuindo o placar. Em cobrança de pênalti aos 42 minutos, Gui, que estava sendo chamado de Guilherme até a rodada passada, mas agora tem homônimos na equipe, bateu com força no meio do gol, sacramentando o placar em 2 a 1.

“Graças a Deus pudemos sair com vitória e avançar com três pontos. Jogo foi um tanto duro e tivemos a felicidade de conseguir furar a defesa deles”, disse Igor do Nova Orleans.

“Agradecer pela oportunidade de estar reestreando. A gente lutou, não deu, mas fizemos uma grande partida. Equipe toda de parabéns, não faltou garra e nem determinação e vamos trabalhar forte no próximo jogo”, analisou Guilherme Ribeiro do União Ahu após o jogo.

Bangu fica sem seu artilheiro

O Bangu não conta mais com o atacante Luizinho, artilheiro da equipe na última temporada. O atacante jogará a Série A da Suburbana pelo Operário Pilarzinho e já começou a sua preparação com a nova equipe.

Ficha Técnica das Partidas:

Rodada dupla no Estádio José Drulla Sobrinho, Orleans, Curitiba

Bangu 3 x 0 Uberlândia

Bangu: Ricardo; Ronan, Bruno, Paulo Sérgio e Diogo; Samuca, Diego, Betinho (Thiago), Joãozinho; Gilson Fumaça (Delson) e Juninho (Neguinho). Técnico: Jefferson.

Uberlândia: Gaúcho; Luan Santos, Dênis, Alex Paiva e Allan; Nepo (Luizinho), Mineiro, Juliano (Baiano) e Luanzinho; Kiki (Paulinho) e Dinda. Técnico: Joãozinho Ribeiro.

Arbitragem: Gustavo Nogas, Deniel Carvalho, Reube Dobrychlop dos Reis.

Gols: Joãozinho (BAN, aos 1’/1.º, aos 50’/2.º), Neguinho (BAN, aos 31’/2.º).

Cartões Amarelos: Allan (UBE); Diogo, Diego, Neguinho (BAN)

Nova Orleans 2 x 1 União Ahu

Nova Orleans: Yuri; Leonardo, Nathan, Du e Dega (Fininho); Erick, Molão, Leomar (Peteca) e Victor Tilly; Ederson (Jorge) e Igor (Ricardinho). Técnico: Alexandre Oliveira.

União Ahu: Lucas; Castelli (Maba), Thiago, Fábio e Vivi; Guilherme Ribeiro, Lucas Siqueira (Joe), Luciano e Gui; Stanley e Binho (Carlos). Técnico: Marcelo Leôncio.

Arbitragem: Diego Bonfim, Deniel Carvalho, Reube Dobrychlop dos Reis.

Gols: Igor (UNO, aos 24’/2.º), Jorge (UNO, aos 33’/2.º), Gui (AHU, aos 42’/2.º).

Cartões Amarelos: Nathan, Erick, Victor Tilly, Ederson (UNO). Guilherme Ribeiro (AHU).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: