Guia da Rodada do Paranaense – Ida da Final, 5.ª do Torneio da Morte e Ida da Final do Interior

pr2015

E chegou a hora de decidir. E decidir em três frentes. Durante a semana, muita coisa rolou: Atlético mudando de treinador após derrota com Milton Mendes assumindo lugar de Enderson Moreira, que não viu nem 45 dias de experiência, Paraná, já eliminado do Paranaense, sendo derrotado pelo Jacuipense em plena Vila Capanema e sendo batido nos pênaltis, caindo fora da Copa do Brasil, e provocando a queda do técnico Luciano Gusso. Agora é hora de começar a grande decisão entre os decanos Coritiba e Operário, de ver quem levanta a consolável taça de Campeão do Interior e quem se salva e quem cai no Torneio da Morte.

Final

Esta é a tabela do mata-mata do Paranaense. Clique para ver em tamanho maior.
Esta é a tabela do mata-mata do Paranaense. Clique para ver em tamanho maior.

GermanoKruger

Domingo, 26 de abril – 16 horas – Operário x Coritiba – Germano Krüger, Ponta Grossa

Televisionamento: Globo-RPC, Band-Tarobá, Premiere.

Arbitragem: Adriano Milczvski, Bruno Boschilia, Pedro Martinelli Christino.

Da última vez: As equipes se enfrentaram lá na terceira rodada, no dia 7 de fevereiro, no Couto Pereira. O Coxa levou a melhor ao marcar com Rafhael Lucas e Mazinho. O Fantasma marcou com Ruy, curiosamente ex-jogador da base do Alviverde. Coritiba 2 x 1 Operário.

Desta vez: O Operário terá uma situação que não encontrou no mata-mata ainda: jogar primeiro em casa. Isso tende a um jogo mais franco. Contra o Fantasma um curioso tabu de não vencer o adversário desde 1990 (aquele time que quase subiu para a elite do Brasileirão). O Coxa poderá optar por um jogo mais cadenciado atrás e apostar na velocidade de Negueba, um dos destaques do certame, na frente.

 

Final do Interior

ABCFoz

Sábado, 25 de abril – 20 horas – Foz do Iguaçu x Londrina – Estádio do ABC, Foz do Iguaçu

Televisionamento: nenhum

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Jr., Rafael Trombeta, Adair Carlos Mondini.

Da última vez: As equipes se enfrentaram lá na estreia do Paranaense, no dia 1.º de fevereiro. Com um Foz não conseguindo nem completar o banco por causa de problemas no sistema do BID da CBF, o Tubarão passeou com gols de Wéverton, Dirceu e Rone Dias. Londrina 3 x 0 Foz do Iguaçu.

Desta vez: A vaga na D é do Foz e o Londrina jogará a Série C. Há um prêmio em dinheiro na disputa e um título simbólico. Por outro lado, é um teste interessante para os nacionais. Resta ver como as equipes reagirão às respectivas eliminações da competição principal.

 

Torneio da Morte

NewtonAgibert

Sábado, 25 de abril – 18h30 – (4.º) Prudentópolis x Atlético (1.º) – Newton Agibert, Prudentópolis

Televisionamento: Premiere

Arbitragem: Felipe Gomes da Silva, Diego Grubba Schitkovski, Diogo Morais.

Da última vez: Na abertura do Torneio da Morte, no dia 5 de abril, o Atlético venceu na Arena da Baixada com gols de Douglas Coutinho e Caíque. Atlético 2 x 0 Prudentópolis.

Desta vez: O Atlético segue em turbulência, mas, paradoxalmente tem muitas chances de se salvar nesta rodada ou até de garantir o título. Para isso, precisa vencer o Prudentópolis. Só no domingo saberá se “levanta” a mórbida taça com uma rodada de antecedência. Para isso, é só haver empate entre Nacional e Rio Branco. Para o Prudentópolis, só a vitória, coisa que não acontece desde o ano passado, importa. Caso perca, terá de torcer pelo mesmo empate que dá o título ao Atlético, pois um vencedor na partida significa o rebaixamento. Até mesmo o empate em Prudentópolis pode rebaixar o Prude, pois caso haja um vencedor em Rolândia, ele não estará ao alcance da equipe, assim como o Atlético.

 

ErichGeorg

Domingo, 26 de abril – 16 horas – (3.º) Nacional x Rio Branco (2.º) – Erich Georg, Rolândia

Televisionamento: nenhum.

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, Marcos Rogério da Silva, Alessandro Rodrigues Mori.

Da última vez: Um gol de Tcharlles, o Dimba das Araucárias, colocou o Nacional na frente no começo do Torneio da Morte, em Paranaguá. Rio Branco 0 x 1 Nacional.

Desta vez: O Nacional foi até agora a asa negra do Rio Branco, que está em seu quarto treinador no Estadual (time agora tem Allan Aal na casamata). A vitória sobre o Atlético pode servir de fator de motivação. Os dois times entrarão em campo sabendo se o Prudentópolis, abaixo deles, já estará rebaixado ou não. Uma vitória do Prude deixaria a partida mais importante ainda, pois quem perder será ultrapassado e aí um empate deixaria tudo dramaticamente embolado com um time com sete e os outros três com seis pontos. Paralelismos à parte, é um duelo para saber quem terá a vantagem do pior resultado para se salvar na última rodada, até porque estão separados apenas por um gol de saldo.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: