Guia da Rodada do Paranaense – Volta das Semifinais e 4.ª do Torneio da Morte

pr2015

É chegada a hora de sabermos quem serão os grandes finalistas! O Paranaense chega em sua antepenúltima jornada (se a Final do Interior não tiver data diferenciada). Durante a semana, três times do estado jogaram pela Copa do Brasil. Se o Londrina, que briga para ser finalista, deu adeus à competição ao perder para o Santos por 1 a 0, agregado de 2 a 0, o rival Maringá, já eliminado do Estadual, passou pelo gol fora ao perder para o Madureira por 3 a 1, e terá a chance de tentar zebrar para cima do próprio Santos. O Atlético, que lidera do Torneio da Morte, penou para bater o Remo nos pênaltis, por 5 a 4 após novo empate no tempo normal e pega o Tupi-MG na próxima rodada. Agora, é hora de mais Paranaense.

Semifinais

Esta é a tabela do Paranaense com os cruzamentos. Clique para ver em tamanho maior
Esta é a tabela do Paranaense com os cruzamentos. Clique para ver em tamanho maior

CoutoPereira

Domingo, 19 de abril – 16 horas – (0) Coritiba x Londrina (1) – Major Antônio Couto Pereira, Curitiba.

Televisionamento: Globo-RPC, Band-Tarobá, Premiere.

Arbitragem: Edivaldo Elias da Silva, Ivan Carlos Bohn, Victor Hugo Imazu dos Santos.

Da última vez: No jogo de ida no Estádio do Café, os dois times reclamaram de um pênalti não marcado cada. Porém, em matéria de bola na rede, Paulinho encobriu Vaná e fez com que o Tubarão chegue em Curitiba com a vantagem do empate. Londrina 1 x 0 Coritiba.

Desta vez: Um jogo dos mais interessantes, com o Coritiba pressionado para reverter a derrota da ida e o Londrina, de elogiada defesa, podendo escolher entre simplesmente estacionar o busão ou aproveitar a velocidade de seus atacantes nos contra-ataques. Mas se um gol sair, a coisa muda de figura, seja com o Londrina tendo de sair para o jogo ou com o Coritiba pela primeira vez tendo de brigar vorazmente pelo resultado.

GermanoKruger

Domingo, 19 de abril – 19 horas – (1) Operário x Foz do Iguaçu (1) – Germano Krüger, Ponta Grossa

Televisionamento: Premiere

Arbitragem: Rafael Traci, Moisés Aparecido de Souza, Sidmar dos Santos Meurer.

Da última vez: O Operário saiu na frente com Ruy, destaque da equipe nesta reta final. O empate do Foz do Iguaçu veio com Renatinho. Foz do Iguaçu 1 x 1 Operário.

Desta vez: Os dois times sabem que passar é fazer história. Jogar em casa, que deve estar cheia, deixará o Fantasma em condições de favoritismo. É quase a mesma situação das quartas de final. O Operário mostrou uma boa equipe e com algumas peças de reposição interessantes, mas o Foz do Iguaçu tem vários bons valores e muito sangue frio em jogos grandes.

 

Torneio da Morte

ArenadaBaixada

Sábado, 18 de abril – 18h30 – (1.º) Atlético x Rio Branco (3.º) – Joaquim Américo Guimarães, Arena da Baixada

Televisionamento: Premiere

Arbitragem: Leandro Barros Nunes, Jefferson Cleiton Piva da Silva, Fabrício da Silva Martins.

Da última vez: Na última semana, em Paranaguá, o Atlético chegou a abrir o placar com Felipe, mas Júnior Goiano empatou. Rio Branco 1 x 1 Atlético.

Desta vez: Pode ser o jogo da salvação do Atlético, mas em parcelas. A primeira é vencer o Rio Branco. A segunda, caso consiga a primeira, é torcer para o Prudentópolis não vencer o Nacional. A vantagem para o terceiro colocado ficaria entre sete e oito pontos com apenas seis para disputar. Para o Rio Branco, só a vitória interessa, pois é necessário se recuperar para não interromper a sequência de 20 anos na elite.

NewtonAgibert

Domingo, 19 de abril – 16 horas – (4.º) Prudentópolis x Nacional (2.º) – Newton Agibert, Prudentópolis

Televisionamento: nenhum.

Arbitragem: Fabio Filipus, Weber Felipe Silva, Eduardo Luis Teixeira Furiatti.

Da última vez: Jogando em Rolândia, semana passada, Nacional e Prudentópolis não conseguiram inaugurar o placar. Pior para o Prude, que seguiu na lanterna do Torneio da Morte. Nacional 0 x 0 Prudentópolis.

Desta vez: Para o Prudentópolis é uma decisão. Se vencer, de uma só tacada, ultrapassa o adversário. Se o Atlético tiver vencido no sábado, inclusive, vira o segundo colocado. O lado ruim para o Prude é que não vence há mais de um ano. Uma vitória do Nacional pode encaminhar a decisão dos salvos para a próxima rodada, sendo que o NAC enfrentaria um Atlético de sangue doce. Um empate é ruim para os dois, pois o Nacional deixaria de abrir vantagem segura e o Prudentópolis continuaria na zona de degola.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: