Fortaleza garante primeiro lugar na chave ao vencer e eliminar Urano

Jogadores do Fortaleza comemoram o gol de Michael, o terceiro na vitória sobre o Urano

Em um jogo de tensão e muitas alternativas, o Fortaleza foi mais eficiente e garantiu o primeiro lugar do Grupo A da Série B da Suburbana ao bater o Urano por 3 a 2 em jogo realizado neste sábado (30) no Antonio Monteiro Sobrinho. O time do Gabineto terá pela frente no mata-mata o bom time do Grêmio Ipiranga, quarto colocado do Grupo B, decidindo em casa. A ida será dia 7 às 15h30 no Elba de Pádua Lima. Com a derrota, o Urano, pela primeira vez em sua história, está fora da fase decisiva da Série B, que havia disputado uma única vez e subido, pois ficou em quinto lugar na chave.

Roberto, Giovane e Michael marcaram para o Forta. Flavinho e Marlon fizeram os gols do Azulão. A próxima fase deverá começar no próximo fim de semana.

“Complicado. Time foi aguerrido e lutou até o final. Tivemos de improvisar algumas peças pela expulsão do nosso querido amigo Elízio. Futebol é isso. Agora temos de trabalhar para ano que vem formarmos um time mais forte e ajudar o Urano”, disse Marlon do Urano. “Hoje foi bem o que a gente esperava. Não demos muitas chances para eles, falhamos em alguns deles. Agora não podemos errar, pois a próxima fase é outra e não vale nada o primeiro lugar. Agora queremos passar o mata-mata e subir o Fortaleza que é o mais importante”, disse Michael do Fortaleza.

O jogo

Precisando vencer para não depender de outros resultados (que inclusive não ajudaram, tendo em vista que o Caxias fez 3 a 0 no Bangu), o técnico Serginho Jordão escalou o Urano pensando no campo estreito e na necessidade de vitória com três zagueiros e a dupla do lado esquerdo, Flavinho e Pedrinho explorando as frequentes subidas do lateral Piwi do Fortaleza.

No entanto, o Fortaleza marcou na primeira chance que teve. Aos 14 minutos, após bate e rebate entre as intermediárias, Roberto dominou, driblou pela esquerda e bateu forte de fora da área para abrir o placar. Na comemoração, mostrou a camisa com a foto de um integrante da torcida do Fortaleza morto em um acidente de trânsito na última semana. A equipe da casa usou faixa de luto no uniforme devido ao acontecido.

O gol deu mais tranquilidade ao Fortaleza, que já estava classificado e buscava apenas ratificar a liderança. Fora de campo, as notícias dos resultados da rodada juntavam mais nervosismo ao time do Urano, que tentou diversas vezes especialmente pelo lado esquerdo do campo. Em uma delas, o goleiro Varde fez duas grandes defesas. Na primeira, teve reflexo para defender mesmo após o desvio de cabeça de Lucas. Na segunda, cresceu para cima de Marlon no rebote.

Eis que, após minutos de pressão, o Urano acabou sendo vítima do mais cruel dos clichês do futebol: quem não faz toma. Giovane, aos 45 minutos da etapa inicial concluiu e ampliou para o Fortaleza.

Precisando da virada, o técnico do Urano tratou de sacar um zagueiro e botar o time para a frente, além de buscar mais fluidez no ataque com o veloz Paulinho, ex-Uberlândia (o último jogador a pedir música em nosso site).

O time da Vila São Pedro conseguiu diminuir em um pênalti bastante discutido se foi dentro ou fora da área, pois a linha não estava muito clara. Flavinho bateu bem e colocou fogo no jogo. O Urano passou  ter mais ímpeto. Massa chegou a colocar bola na trave.

Mas o ímpeto todo esfriou aos 24 minutos da etapa final, quando Elízio, que tinha amarelo, acertou um carrinho na intermediária. Segundo amarelo e Urano com dez em campo. O efeito imediato foi Flavinho indo para a zaga e o time, pela primeira vez, perdendo o domínio da faixa esquerda.

Foi por ali que Michael, jogo aos 27 minutos, apareceu e bateu. A bola caprichosamente bateu na trave, na cabeça do goleiro Ricardo e entrou. Terceiro gol do Fortaleza, que garantiu mais tranquilidade à partida.

Nos minutos que restaram, viu-se um Urano partindo com desespero para o ataque tentando diminuir para depois buscar o único resultado que interessava: a vitória. A carga foi suficiente apenas para Marlon, aos 45 minutos, aproveitar chute cruzado pela esquerda após corta-luz de Paulinho, diminuindo o marcador.

Nos juvenis, Urano passeia e é o primeiro do grupo

Na preliminar, inicialmente, um acontecimento um tanto chato. Chegamos ao estádio com o jogo nos primeiros minutos (Gracias, URBS!). Pela primeira vez na competição, a mesma regra do profissional para acesso ao campo foi adotada, deixando-nos fora do campo no primeiro tempo de partida. Nos demais jogos, era comum credenciados acessarem o campo com o jogo em andamento, sem maiores constrangimentos ou impedimentos. Estar 30 minutos antes no campo, motivo alegado pelo representante, pode até estar em regulamentos da entidade, mas não estava listado, inclusive, nas orientações úteis deixadas no site da Federação Paranaense de Futebol, na página de credenciamento.

Sete vezes Urano na preliminar de juvenis

Com a bola rolando, o Urano, já classificado e brigando gol a gol pelo primeiro lugar na chave, conseguiu o que queria: a vitória por 7 a 0 sobre o Fortaleza, já eliminado, garantindo um polpudo saldo de 21 gols a favor.

O bom zagueiro PH abriu o placar aos 4 minutos. Logo depois, o Fortaleza equilibrou a partida, mas perdeu chances de empatar, ao mesmo tempo que o Urano perdeu um chance incrível do outro lado. Com o tempo passando, o time visitante mostrou mais concentração e impôs seu jogo ao ampliar com Natan aos 29 minutos, Matheus Lara aos 30 e André aos 32, numa avalanche de gols.

Na segunda etapa, a chuva apertou, mas o Urano não relaxou tanto, ampliando com Matheus Lara aos 3 minutos, Natan aos 22 e André aos 33, fechando o placar. O Fortaleza teve uma expulsão na etapa final.

Durante a semana a FPF irá anunciar a tabela dos juvenis. o Urano, pelo regulamento deste ano, pega o Santíssima Trindade, quarto da outra chave. Resta saber se as partidas serão isoladas ou se na preliminar de outros jogos da B. A ida será sábado dia 7 às 13h30, na preliminar do jogo adulto entre Santíssima Trindade x Vila Hauer.

Ficha Técnica

Fortaleza 3 x 2 Urano

Estádio Antonio Monteiro Sobrinho, Jardim Gabineto, CIC, Curitiba

Fortaleza: Varde; Piwi, Marcão, William Neguinho e Dudu (Nikimba); Thiago, Michael, Roberto e Giovane; Alisson (Pedro) e Cafu (Andrei). Técnico: Vilmar Assunção.

Urano: Ricardo; Batata, Elízio e Thiago Maciel (Massa); Marlon, Maikon (Jhonathan), Gleisson e Flavinho; Giovani; Lucas (Paulinho) e Pedrinho (Carlinhos). Técnico: Serginho Jordão.

Arbitragem: Thiago Coltre Nogueira, Alex Sandro Euzébio da Silva, Daniel Dantas Canário de Melo.

Gols: Roberto (FOR, aos 14’/1.º), Giovane (FOR, aos 45’/1.º), Flavinho (URA, aos 5’/2.º), Michael (FOR, aos 27/2.º), Marlon (URA, aos 45/2.º).

Cartões Amarelos: Thiago, Cafu (FOR); Batata, Elízio, Flavinho (URA).

Cartão Vermelho: Elízio (URA, aos 24’/2.º, dupla advertência).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leave a Comment

Filed under Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *