Novo Mundo vence Nova Orleans, garante classificação e emparelha com líder

Jogadores do Novo Mundo comemoram o gol de Caíque (10): Alvirrubro só está atrás do Vila Fanny no saldo de gols

Em um jogo nervoso e que precisou suportar a pressão do Nova Orleans até o fim, o Novo Mundo saiu com um importante resultado e garantiu com três rodadas de antecipação uma vaga no mata-mata da Suburbana. Na partida deste sábado (7), na Arena Vermelha, um gol chorado de Caíque aos 8 minutos de jogo bastou para o triunfo por 1 a 0. Rogério ainda perdeu um pênalti para o time da casa.

O resultado deixa o Novo Mundo com os mesmos 18 pontos do líder Vila Fanny, mas atrás no saldo de gols, 11 contra 5, e já garantido na próxima fase. O Nova Orleans é o décimo com 7 pontos, ameaçado pela zona de rebaixamento, que tem o arquirrival Imperial logo abaixo com 6 pontos, mas também com esperanças de classificação, pois está distante apenas dois pontos do oitavo colocado, o Uberlândia, o que significa que, nas duas rodadas que restam,  teremos times brigando ao mesmo tempo contra a degola e em busca da(s) última(s) vaga(s) no mata-mata.

“Tivemos  oportunidade, maior volume foi nosso e não tivemos capacidade de marcar. Tivemos posse e não conseguimos definir. Eles conseguiram em uma oportunidade e venceram o jogo”, disse o zagueiro Du do Nova Orleans. “Foi um jogo difícil e fui feliz por fazer gol da vitória. O time todo está de parabéns e vamos trabalhar mais nesta semana. E estamos aí, nosso objetivo é lutar pelo título”, disse o meia Caíque, autor do gol do Novo Mundo.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, dia 14, com juvenis em campo às 13h30 e adultos às 15h30, ambos fora de casa. O Nova Orleans encara o Capão Raso no José Carlos de Oliveira Sobrinho. O Novo Mundo pega o Imperial no Octávio Silvio Nicco.

O jogo

A partida começou movimentada e o Novo Mundo chegou cedo ao gol. Aos 8 minutos, Rodolfo Negueba cabeceou a bola no travessão. A redonda subiu e Caíque empurrou de cabeça para dentro das redes. Foi o necessário para o Novo Mundo ter alguma tranquilidade enquanto que o Nova Orleans tinha dificuldade para sair jogando, tentando ligação direta.

Tentando melhorar qualidade do passe e povoar o ataque, o técnico Rossano, que substitui Alexandre Oliveira, agora diretor, sacou o lateral Andrezinho com meia hora de jogo e colou o atacante Éderson, que vinha no banco. O time do Nova Orleans ganhou fluidez, mas seguiu sofrendo com o nervosismo e a falta de pontaria.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, um toque de bola na área virou pênalti para o Novo Mundo. Rogério teve na marca da cal a chance de dar gordura ao time da casa e garantir um segundo tempo com menos sustos. No entanto, ele conseguiu até deslocar o goleiro Matheus, mas a bola foi caprichosamente no poste esquerdo.

Na segunda etapa, o Nova Orleans partiu deliberadamente para cima e parou na falta de pontaria e na boa colocação pelo alto do goleiro André. Por segunda advertência, o lateral Alex do Novo Mundo foi expulso aos 30 minutos.

O Nova Orleans ficou até o minuto final tentando chegar ao gol. Esteve perto com Molão de cabeça, Nathan com os pés e Wescley em cobranças de falta, mas não era o dia do campeão de 2014. Melhor para o Novo Mundo.

Nos juvenis, duas expulsões e nenhum gol

Preliminar foi bastante disputada na Arena Vermelha

Na preliminar juvenil entre Novo Mundo e Nova Orleans, 0 a 0 no placar e 1 a 1 em expulsões. O empate, combinado com os resultados da rodada, fez com que os dois times carimbassem com antecedência o passaporte para o mata-mata. O Novo Mundo é o terceiro com 17 pontos e o Nova Orleans é o quarto com 16.

Durante a maior parte do jogo, o time da casa apostou nas jogadas pela ponta e em tentativa de bolas paradas. Mais forte fisicamente, o Nova Orleans apostou nos laterais e nas esticadas em direção aos atacantes. Apesar do placar zerado, foi um jogo de bom nível técnico para a categoria juvenil e com uma expulsão para cada lado na metade da segunda etapa, ganhou em espaço e imprevisibilidade.

Ficha Técnica:

Novo Mundo 1 x 0 Nova Orleans

Estádio Arena Vermelha, Novo Mundo, Curitiba

Novo Mundo: André; Fabrício, Luis Maciel e Hudson; Gui, Gean (Guiga), Evandro, Caíque e Alex; Rogério (Fernandinho) e Rodolfo Negueba (Wesllen). Técnico: Altevir Sales.

Nova Orleans: Matheus; Andrezinho (Éderson, depois Dênis), Du, Márcio e Robinho (Renan); Gi, Thiago Oliveira, Molão e Ander (Wescley); Nathan e Leandrinho. Técnico: Rossano.

Arbitragem: Marcelo Sales Corrêa, Heitor Alex Eurich e Marco Antônio dos Santos Pepe.

Gol: Caíque (NMU, aos 8’/1.º)

Cartões Amarelos: André, Alex, Hudson, Caíque, Rodolfo Negueba (NMU); Márcio, Gi, Wescley (UNO).

Cartão Vermelho: Alex (NMU, aos 31/’2.º, dupla advertência).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leave a Comment

Filed under Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *