Tag Archives: Cambé

Guia do Paranaense 2016 – O Paraná pelo telefone – Parte IV: 043

O DDD 43 ocupa metade da faixa norte do Paraná. Aquela faixa no caso que vai desde o Norte Pioneiro, região colonizada por volta da segunda metade do século XIX, e da região de Londrina, com cidades mais jovens, no caso da primeira metade do século XX. Tal região começou a se integrar ao resto do estado em meados do século passado e possui uma boa representatividade no futebol paranaense, como o maior campeão do interior e o único estreante na Série A.

Londrina

Campeão de 2014 e de volta à Série B após longa e tenebrosa glaciação, o Londrina tem uma temporada de afirmação nacional. No cenário doméstico, a receita mantém-se a mesma: Claudio Tencati, o Alex Ferguson Pé Vermelho, segue como treinador. A equipe é uma mescla da base do acesso com alguns reforços pontuais como o lateral-esquerdo Alex Ruan e o meia Leandro Oliveira. Estreia dia 31/01, às 17 horas, contra o PSTC no VGD.

PSTC Procopense

Único estreante neste Paranaense, o PSTC Procopense está longe de ser um desconhecido. A equipe nortista surgiu como clube de categorias de base e revelou jogadores que defenderam a seleção brasileira, como Kléberson, o lateral Rafinha, Jadson e Fernandinho. Se a presença da equipe é novidade, terá de lidar também com a dor da perda. O técnico, o ex-volante Reginaldo Vital, seria auxiliado pelo ex-lateral direito Reginaldo Araújo, porém, o auxiliar morreu de infarte no último dia 11, faltando 20 dias para o início da competição. Estreia no dia 31/01, às 17 horas, contra o Londrina em Londrina.

pr20162adivisao

Portuguesa Londrinense

Nos últimos anos, a Lusinha praticamente virou moradora da Segundona. No passado, chegou a ser visitante contumaz da elite e chegou a fazer uma curiosa parceria com o Cambé, da vizinha cidade. Estreia dia 27/02, às 15h30, contra o Cianorte, no Estádio do Café.

Cambé

Campeão da Terceirona, o Cambé teve uma passagem curiosa na elite quando fez uma parceria justamente com a Portuguesa Londrinense. Por meios próprios, nunca chegou lá. Finalmente voltará a mandar seus jogos no Estádio da Curva. Estreia dia 28/02, às 15h30, contra o Cascavel CR, em Cascavel.

Grêmio Araponguense

Futebol em Arapongas virou algo diferente e rocambolesco. Na tabela da FPF, o clube consta como Apucarana Sports, fusão do Roma Apucarana com o Cincão, mas os jogos são claramente marcados para Arapongas e não Apucarana, que seria a cidade-sede do clube dono da vaga. Ano passado, foi arrendado por empresários de Arapongas, para tentar suprir a falta do Arapongas, o que explica o agendamento para o Estádio dos Pássaros,que pediu licença e desistiu da elite. O Arapongas tentou voltar na Segundona, mas foi barrado pela FPF e, se voltar com o clube original, terá de encarar a Terceirona no segundo semestre. Enquanto isso, o “artificial” Grêmio Araponguense segue na segundona. Folga na primeira rodada e estreia 06/03, às 15h30, contra o Cambé, em Cambé.

1 Comment

Filed under Metrópole adentro