Novo Mundo bate Vila Fanny nos pênaltis e está nas semifinais da Suburbana

Jogadores do Novo Mundo comemoram a vitória nos pênaltis sobre o Vila Fanny

Em um jogo disputado sob intensa tempestade na tarde de sábado (3), o Novo Mundo superou nos pênaltis o Vila Fanny por 4 a 3, após empate no tempo normal por 1 a 1, e está nas semifinais da Suburbana. No tempo normal, Massai marcou para o Fanny e Nilvano para o Novo Mundo, enquanto que na decisão por pênaltis Nilvano perdeu para o Novo Mundo e Marquinhos e Magu perderam para o Vila Fanny.

“Tomamos um gol de infelicidade, numa falha nossa. Futebol é isso aí! Ano que vem tem mais e quero desejar boa sorte para o grupo deles que foi merecedor”, disse Massai, meia do Vila Fanny, após o jogo. “É um dia para todo goleiro sonhar. Isso é questão de seriedade e trabalho. Há três anos trabalhando todo dia e aperfeiçoando. Agora temos semifinais. Minha parte fiz. Pontos positivos a melhorar é concentração, o time bem focado, apesar da pouca idade de alguns jogadores. A gente tá ali atrás para orientar”, disse o goleiro André, que pegou um pênalti e ajudou o Novo Mundo a se classificar.

O Novo Mundo encará nas semifinais o atual bicampeão Iguaçu, que eliminou o Nova Orleans. A ida será na Arena Vermelha, quase que certamente no próximo sábado com o jogo adulto começando em novo horário, 16h30, pois entramos no horário de verão. A FPF divulgará a tabela durante a semana.

O jogo

A partida teve um início movimentado após a ida ter sido 0 a o. Com dois minutos de jogo, o Vila Fanny teve uma falta perto da área. Foi o suficiente para Massai cobrar na gaveta do goleiro André e abrir o marcador.

O empate do Novo Mundo foi aos 16 minutos em cobrança de pênalti. Nilvano converteu.

O jogo tornou-se brigado, ainda mais com a tempestade que começou a cair quando os times entraram em campo. Apesar do grande volume de chuva, o gramado da Arena Vermelha quase nada sofreu.

Quem sofreu foi Pelé e William Koslowski. Os dois se chocaram cabeça com cabeça e precisaram ser substituídos aos 20 minutos da etapa final.

Ambas as equipes tiveram chances de fazer o gol da classificação, mas pararam nos goleiros e na falta de pontaria dos ataques.

Com o empate por 1 a 1, a decisão da vaga foi para os pênaltis. o Vila Fanny começou batendo e convertendo. Na primeira do Novo Mundo, Nilvano parou no goleiro Lucas. Na quarta cobrança do Vila Fanny, Marquinhos parou na defesa do goleiro André. Na última cobrança do time visitante, Magu bateu por cima. Coube ao próprio goleiro André converter a cobrança que deu a vaga ao time mandante.

Nos juvenis, também nos pênaltis, Capão Raso passa pelo Operário Pilarzinho

Jogadores do Capão Raso comemoram vaga nas semifinais

Na preliminar de juvenis, o Capão Raso venceu o Operário Pilarzinho por 5 a 3 nos pênaltis após derrota no tempo normal por 3 a 2. Com o resultado, o Esquadrão de Aço pega o Trieste nas semifinais. A ida deve ser na própria Arena Vermelha, no próximo sábado, às 14h30.

A ida havia sido 6 a 1 para o Capão Raso, porém, como o regulamento não prevê salto de gols no mata-mata, qualquer vitória do Operário Pilarzinho seria suficiente para levar a decisão para os pênaltis. E no primeiro minuto de jogo o Operário Pilarzinho saiu na frente com Leó Borges. A resposta do Capão Raso veio com Maike aos 15 minutos. Batendo falta, Gustavo recolocou o Operário na frente aos 35 minutos.

O empate do Capão Raso veio com Vinícius aos 11 minutos do segundo tempo. Aos 40 minutos, em cima do tempo, de falta, Gustavo Chaerki fez o gol da vitória levando a decisão para os pênaltis. Nos pênaltis, no entanto, uma cobrança na trave deu a vantagem ao Capão Raso, que passou adiante convertendo todas as suas batidas.

Ficha Técnica:

Novo Mundo (4) 1 x 1 (3) Vila Fanny

Arena Vermelha, Novo Mundo, Curitiba

Novo Mundo: André; Alex, Fabrício, Betinho e Gean; Vermelho (Lucas), Pelé (Fernandinho), Jho e Nilvano; Rogério (Murilo) e Caio. Técnico: Altevir Sales.

Vila Fanny: Lucas; Willian (Felipe), Marquinhos Sá (Gasosa), João e Paulinho; Magu, Arthur (Raposa), Massai e Ronei; Diego (Flavinho) e Willian Koslowski (Marquinhos). Técnico: Nego.

Arbitragem: Eduardo Elias Melek, Weber Felipe Silva, Alexsandro Euzébio da Silva.

Gols (tempo normal): Massai (FAN, aos 2’/1.º), Nilvano (NMU, aos 16’/1.º)

Cartões Amarelos: Betinho (NMU).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: