Rodada na Arena Vermelha classifica Vila Fanny e dá “título” da chave ao Novo Mundo

Empate entre Grêmio Ipiranga e Palmeirinha eliminou as duas equipes, assim, o Vila Fanny classificou-se mesmo sendo goleado pelo Novo Mundo
Empate entre Grêmio Ipiranga e Palmeirinha eliminou as duas equipes, assim, o Vila Fanny classificou-se mesmo sendo goleado pelo Novo Mundo

Novo Mundo em primeiro e Vila Fanny em segundo: foi assim que terminou o Grupo A da Copa de Futebol Amador, chave decidida em rodada dupla neste sábado (7) na Arena Vermelha. Na preliminar, o empate por 2 a 2 entre Grêmio Ipiranga e Palmeirinha matou as chances de ambos se classificarem. No jogo de fundo, classificado pelo resultado anterior, o Vila Fanny precisaria vencer por dois gols para ser o primeiro da chave e até saiu na frente do Novo Mundo, mas foi inapelavelmente goleado por 6 a 1.

Nas semifinais, o Novo Mundo enfrentará o surpreendente União Ahu, com o primeiro jogo no Ricardo Halik. O Vila Fanny terá de decidir fora de casa contra o Uberlândia, que foi o campeão do Grupo B.

As meias justificam os meios?

Jogadores do Grêmio Ipiranga trocando as meias no lado do gramado: exigência do regulamento fez partida começar com atraso
Jogadores do Grêmio Ipiranga trocando as meias no lado do gramado: exigência do regulamento fez partida começar com atraso

Um impasse fez a partida entre Grêmio Ipiranga e Palmeirinha começar com atraso. As duas equipes entraram com calções e meias verdes, o que poderia confundir a arbitragem. Como constava como mandante na tabela, o Grêmio Ipiranga teria de trocar. Porém, como o jogo era na Arena Vermelha, campo do Novo Mundo, surgiu outra dificuldade: o time não havia trazido outra opção de uniforme.

A solução veio com o Novo Mundo emprestando meias vermelhas para o time canarinho, que passou a usar uma combinação de uniforme que remeteu à seleção de Camarões jogando com seu segundo uniforme.

Empate foi o abraço da morte

Com a bola rolando, os dois times precisavam vencer e tirar a diferença de saldo para aí torcer contra o Vila Fanny no jogo de fundo. O empate não serviria para nada. Assim, o Grêmio Ipiranga abriu o placar logo aos 3 minutos com Cafu. O Grêmio Ipiranga estava mais equilibrado no primeiro tempo e poderia até ampliar, o que o deixaria com o saldo zerado.

No segundo tempo, a coisa mudou com uma reação do Palmeirinha. Nícolas marcou duas vezes. A primeira, de pênalti, aos 7 e a segunda aos 19 minutos. A chance de classificação passou para as mãos do time do bairro Tatuquara.

Mas as coisas mudaram em um lance. Aos 24 minutos, o goleiro Anderson cometeu pênalti. Por ser chance clara de gol, foi expulso. Sem goleiro reserva, acabou indo o líbero Thiago para a meta do Verdãozinho. Cafu cobrou a penalidade aos 26 minutos e recolocou a igualdade no placar.

Curiosamente, após o gol, o Grêmio Ipiranga pouco chutou ao gol com perigo ao goleiro improvisado Thiago, que terminou invicto na meta. O resultado de 2 a 2 eliminou ambos os times, que voltam a campo agora apenas na Série B da Suburbana.

“Competição complicada em que pegamos times bem preparados. Lutamos até o fim e agora é trabalhar para a próxima competição. Vontade temos de sobra, mas ainda falta entrosamento, pois chegou bastante molecada nova”, analisou o atacante Nícolas do Palmeirinha, autor de dois gols.

“Ficou um legado, que não podemos vacilar. Pegamos grupo difícil, mas provamos que com a vontade que temos, podemos ir longe na próxima competição. O lance da meia até nos ajudou, pois enrolou um pouco o time deles, até saímos com gol na frente”, relembrou Cafu, autor dos gols do Grêmio Ipiranga.

Goleada sela primeira fase perfeita do Novo Mundo

No jogo de fundo, classificado, o Vila Fanny teria de vencer por dois gols de diferença e parecia cumprir a missão até os 20 minutos. Melhor após o apito inicial, o time visitante saiu na frente aos 13 minutos com Dinda cobrando pênalti.

O Novo Mundo tratou de mudar o jogo na base da bola parada com duas pauladas de Djoninho. A primeira foi aos 20 minutos e a segunda aos 22. Atordoado com a virada quase instantânea, o Vila Fanny viu o Novo Mundo aumentar aos 29 minutos com Ricardo concluindo a gol após jogada aérea.

Atrás no placar, o técnico Nego mexeu três vezes das seis possíveis no intervalo. Mesmo assim, o Vila Fanny não conseguiu reação suficiente para mudar a história da partida. Bruno ampliou logo aos 4 do segundo tempo e tornou as coisas mais difíceis ainda.

Nos minutos finais, os jogo até caiu de ritmo, mas deu tempo para os gols de Muriel, aos 37, e de Marquinhos Lima, aos 40, selarem o resultado de 6 a 1 e os 100% de aproveitamento do Novo Mundo, marca igualada apenas pelo Uberlândia, que obviamente também venceu sua chave.

“Fundamental, treinando bastante dia de semana. Tive felicidade de acertar duas cobranças. O time do Ahu vem forte, temos de preparar. Temos de fazer bom trabalho fora para decidir em casa”, afirmou Djoninho, autor de dois gols do Novo Mundo.

“Pois é, a gente entrou classificado e não ter entrado desse jeito, tomar seis gols. Agora trabalhar para pegar o Uberlândia e supreender. Temos fazer o serviço de casa para tentar segurar lá”, analisou o zagueiro Lela, capitão do Vila Fanny.

Santos refletores, Batman!

O atraso da primeira partida por causa do meiagate provocou um interessante efeito cascata: como estamos em uma época do ano que anoitece cedo, o jogo de fundo terminou com a noite já caída e com refletores da Arena Vermelha à toda.

Ficha Técnica das partidas:

Rodada dupla na Arena Vermelha, Novo Mundo, Curitiba

Grêmio Ipiranga 2 x 2 Palmeirinha

Grêmio Ipiranga: Osni; Moura , Anderson, Gustavo e Robson (Leandro); Flavinho, Marcelinho (Clé) e Jonathan; Jackson Laguna (Giovani), Cafu e Fabinho. Técnico: Giancarlo Balaban.

Palmeirinha: Anderson; Thiago, Mazinho e Mucilon; Marquinhos, Carlão, Celo (Maninho), Dolinha (Jô) e Valdecir (Guilherme); Romarinho e Nícolas. Técnico: Daniel Jorge.

Arbitragem: Alexandre Sanches Ferreira, Sandra Maria Dawies e Fernando Cesar Tobias.

Gols: Cafu (GRI, aos 3’/1.º e 26’/2.°), Nícolas (PGG, aos 7’/2.º e 19’/2.º)

Cartões Amarelos:  Moura, Jonathan (GRI); Mucilon, Carlão, Romarinho, Dolinha (PGG).

Cartão Vermelho: Anderson (PGG, aos 24’/2.º, por falta em situação de gol iminente)

Novo Mundo 6 x 1 Vila Fanny

Novo Mundo: Jociel Henrique; Evandro, Bruno e Danilo (Muriel); Ricardo, Alan Diego (Guilherme), Elton (Léo) e Djoninho (Jonathan); Fernandinho (Eduardo), Marquinhos Cambalhota (Waguinho) e Marquinhos Lima. Técnico: Ivo Petry.

Vila Fanny: Flavio; Buiú (Fulvio), Lela, Elísio (Marquinhos) e Rafael (Bruno); Djoni, Cicinho (Alex), Anderson e Guelo; Dinda (Wallisson) e Leco (Géder). Técnico: Nego.

Arbitragem: Lucas Paulo Torezin, Sandra Maria Dawies e Fernando Cesar Tobias.

Gols: Dinda (VFA, aos 13’/1.º),  Djoninho (NMU, aos 20’/1.º e 22/1.º), Ricardo (NMU, aos 29’/1.º), Bruno (NMU, aos 6’/2.º), Muriel (NMU, aos 37’/2.º), Marquinhos Lima (NMU, aos 40’/2.º).

Cartões Amarelos: Ricardo, Bruninho (NMU); Rafael (VFA).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: