Santa Quitéria ultrapassa Capão Raso e reedita final de 2015 contra Iguaçu

Jogadores do Santa Quitéria comemoram o gol de Massai. Decisão será a revanche do ano passado
Jogadores do Santa Quitéria comemoram o gol de Massai. Decisão será a revanche do ano passado

Com um gol solitário de Massai, o Santa Quitéria confirmou seu favoritismo e bateu o Capão Raso por 1 a 0 na partida de volta das semifinais da Suburbana. O resultado da tarde deste sábado (5) no Maurício Fruet colocou o atual campeão na decisão da Suburbana, que havia vencido a ida por 2 a 1, defronte o Iguaçu, que foi buscar a vaga nos pênaltis, numa reedição da decisão de 2015. Desta vez, a ida será no Egydio Ricardo Pietrobelli e a volta no Maurício Fruet, com possibilidade de terceiro jogo, com datas a definir pela FPF, provavelmente a partir do dia 19 de novembro.

“Se Deus quiser, será uma grande decisão. Será difícil e temos de continuar com o foco que temos desde o começo do campeonato, sem mudar a postura. É um adversário forte com excelentes jogadores. O foco nosso é o título”, disse Massai, autor do gol, logo após a partida.

Para o Capão Raso, fica o consolo de ter chego entre os quatro melhores em uma temporada em que foi confirmado na elite em cima da hora, surpreendendo vários times favoritos. “Infelizmente não deu. Nós lutamos e tentamos, mas perdemos a classificação nos detalhes, com três erros que viraram gol deles. Desejamos agora boa sorte para eles na decisão”, afirmou Flavinho do Capão Raso.

 

O jogo

A partida poderia ser o duelo entre os artilheiros do campeonato, Diego Armando do Capão Raso e Robson do Santa Quitéria, ambos com nove gols, mas bem marcados, não tiveram muito espaço para brilhar.

O Capão Raso apostou em bolas cruzadas e escanteios, enquanto Santa Quitéria usou muito o trabalho de seus meias para tentar furar a defesa do Tricolor de Aço.

O gol solitário da partida acabou saindo justamente da trama de dois meio-campistas. Aos 43 do primeiro tempo, o zagueiro Baloy sofreu uma falta perto do círculo central. O volante Aroldo tocou com bastante inteligência em profundidade para Massai, que pegou a defesa desprevenida e arrancou para bater na saída de Gênesis.

A segunda etapa teve boa participação dos goleiros, com direito a Jonas ficar a centímetros de anotar mais um gol de falta. Mas foi o suficiente para a festa da torcida do Santa Quitéria, presente em bom número em sua casa.

Ficha Técnica:

Santa Quitéria 1 x 0 Capão Raso

Estádio Maurício Fruet, Santa Quitéria, Curitiba

Santa Quitéria: Jonas; Lito, Baloy, Jair e Marabá (Jean); Aroldo (Edinaldo Pedra), Orlei, Edson Grilo e Massai (Luan); Robson (Luan) e Jônatas Ometele. Técnico: Valmir Constantino.

Capão Raso: Gênesis; Felipe, Couto (Jackson Laguna), Hudson e Go (Flavinho); Daniel, Piter (Sabonete), Feijão e Roney; Diego Armando e Giovane (John). Técnico: Junior Saurin.

Arbitragem: Leandro José Mendes, Alessandro Antônio Gonçalves e João Cleber Cecatto Wagner.

Gol: Massai (SQT, aos 43’/1.º)

Cartões Amarelos: Jair, Aroldo, Luan (SQT); Feijão, Roney, Flavinho (CPR).

Confira imagens da partida:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: