Santíssima Trindade derruba invicto Bangu e põe fogo na Copinha

Conforme você pôde conferir em nossos perfis nas redes sociais, estivemos com problemas em nosso PC base desde a última terça-feira. Com tudo resolvido, vamos começar a colocar em dia nossos materiais. Começamos a partir de agora com o que deveria ter ido ao ar no domingo.

Jogadores do Santíssima Trindade comemoram o gol de Thiaguinho (9), que abriu caminho para a virada da equipe para cima do Bangu. Na súmula, acabou sendo atribuído a Jé (7)

Jogando no Parque Linear na tarde de sábado (26), o Bangu poderia ter recuperado a liderança da Copa de Futebol Amador da Capital na partida contra o Santíssima Trindade. Teve ela nas mãos nos primeiros 75 minutos de jogo, quando empatava ou ganhava a partida. No entanto, o Rolo Compressor foi batido de virada pelo Santíssima Trindade por 2 a 1 e viu a invencibilidade ir embora junto com a ponta da tabela. Adriano Sagui marcou para o Bangu, enquanto que o estreante Thiaguinho e o capitão Queen marcaram para o Trindade. Ao verificar a súmula, o gol de empate foi atribuído a Jé.

A nota triste da partida foram três jogadores substituídos por lesão. Joãozinho do Bangu torceu o tornozelo ainda no primeiro tempo ao pisar em um buraco. Perto do fim da partida, Leandrinho e Pé, ambos do Santíssima Trindade, chocaram-se. Este saiu com a cabeça enfaixada e aquele fraturou o nariz.

O resultado coloca fogo na disputa pelo título da Copa de Futebol Amador nas cinco rodadas que ainda restam. O Palmeirinha, que folgou na rodada, segue como líder com 17 pontos. O Bangu é o segundo com 16. Logo atrás, na alça de mira, com 14 pontos, estão o Vila Sandra e o próprio Santíssima Trindade, o quarto colocado. O Trindade tem um jogo a mais que os times acima, mesma situação do Imperial, quinto com 13 pontos, que é o azarão da disputa neste momento mas não pode ser descartado ainda da briga, embora não possa pular para a liderança na próxima rodada, até por ser justamente o time a folgar.

“Eu substituí o João [Joãozinho], que se machucou jogando na dele. Não é realmente a minha, mas dei passe para gol, mas não conseguimos fazer mais. Tomamos dois gols bobos e saímos com a derrota”, disse Alysson Neguinho, atacante do Bangu. “Agradecendo a partida boa. A equipe buscou todo o tempo a vitória. Tenho de agradecer a todo mundo que se doou pela vitória e agradecer a Deus que me coroou com o gol da vitória”, disse Queen, zagueiro do Santíssima Trindade.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado (2) às 15h30. O Santíssima Trindade tem pela frente o último invicto e líder Palmeirinha no Elba de Pádua Lima. O Bangu encara o Urano no Manoel Garcia de Andrade.

O jogo

A greve dos caminhoneiros ajudou a esvaziar o banco das equipes. o Bangu contou com apenas três atletas no banco, enquanto que o Trindade teve apenas seis.

A partida começou movimentada com os dois times forçando bastante o contato físico e buscando o gol de abertura. Pouco antes dos 20 minutos de partida, Joãozinho pisou em um buraco perto da linha lateral e torceu o tornozelo. O camisa 10 do Bangu tentou seguir um pouco em campo, mas aos 20 minutos sucumbiu à dor e teve de ser substituído. Sem meias no banco, o técnico Jeferson Silveira viu-se obrigado a improvisar o jovem atacante Alysson Neguinho na posição.

Quis o destino que o gol saísse do pé do meia improvisado. Após erro na saída de bola, Alysson Neguinho deixou Adriano Sagui com o gol livre para abrir o marcador. Naquele momento, 45 minutos da etapa inicial, o Bangu estava com a liderança com dois pontos de folga para o líder, pois começara a partida levando vantagem no saldo de gols.

Em desvantagem, o técnico Ednei Ferreira colocou o time para a frente. Assim, o Trindade passou a pressionar. Em cobrança de falta no lado direito aos 16 minutos, Thiaguinho cobrou e a bola atravessou a área e entrou. A arbitragem detectou desvio de Jé.

A virada do Santíssima Trindade que arrancou a liderança do Bangu veio na bola parada aos 30 minutos. Cruzamento chegou na cabeça do zagueiro Queen, dando números finais à partida.

Por volta dos 35 minutos, Leandrinho e Pé se chocaram na área em jogada no campo de defesa. O meia acertou o nariz na nuca do zagueiro. O atendimento demorou e os dois atletas do Trindade foram substituídos e o jogo foi até os 52 minutos da etapa final.

Casa definida…

Sem pode murar o Parque Linear (iniciativa depende de lei e autorização do poder público, pois é um parque com área do campo cedida ao clube), o Santíssima Trindade não poderá mandar seus jogos da Série A no local. A nova casa foi definida: o Pedro de Almeida, campo do Bairro Alto.

… mas terá hóspede

No entanto, um clube que retorna às competições mandará seus jogos no Parque Linear: é o Sergipe, que ficou dois anos fora das competições federadas e disputará a Série B, que não tem necessidade de estádio murado.

Mais caras novas na Série B

Na semana que se passou, um novo clube se filiou à Federação Paranaense de Futebol. É o União Vila Torres, que disputará a Série B da Suburbana. Não se sabe ainda se o clube, tradicional em competições não federadas, poderá mandar jogos no seu estádio, o Mário Vendramel. É agora a equipe mais central da competição, pois a Vila Torres fica no bairro do Prado Velho, cerca de 3 km do Marco Zero de Curitiba. Até o momento, são dois os estreantes na competição: além do União Vila Torres, teremos o Desportivo Paranaense.

Arbitral da Série B adiado e inscrições prorrogadas

Outra notícia é a mudança de data do arbitral da Série B para 15 de junho, às 18 horas, na sede da FPF. Com isso, as inscrições foram prorrogadas para dia 8 de junho. A data inicial seria nesta terça-feira, dia 29.

Arbitral da Série A com data definida

O arbitral da Série A teve sua data definida: 8 de junho, às 18 horas, na FPF. Os clubes precisarão se inscrever até dia 5 às 19 horas. Caso não haja nenhuma desistência ou impedimento de membros, a Série A da Suburbana terá as seguintes equipes: Capão Raso, Fortaleza (vice da B), Iguaçu (atual campeão), Imperial, Nova Orleans, Novo Mundo, Operário Pilarzinho, Santa Quitéria, Santíssima Trindade (campeão da B), Trieste, Uberlândia e Vila Fanny.

Ficha Técnica:

Santíssima Trindade 2 x 1 Bangu

Estádio Parque Linear, Cajuru, Curitiba

Santíssima Trindade: Paulo Ricardo; Baiano, Queen, Pé (Wesley) e Marcelinho (Thiaguinho); Du (Nando), Jé, Herick e Fábio (Marcão); Tom (Leandrinho, depois Henrique) e Jacaré. Técnico: Ednei Ferreira.

Bangu: Ricardo; Ronnam, Paulo Sérgio, Merci e Léo; Diego, Valdir, Hantson e Joãozinho (Alysson Neguinho); Adriano Gloneke e Adriano Sagui. Técnico: Jeferson Silveira.

Arbitragem: Diego Grubba Schitkovski, Reube Dobrychlop dos Reis, João Cléber Cecatto Wagner

Gols: Adriano Sagui (BAN, aos 45’/1.º), Jé (STR, aos 16’/2.º), Queen (STR, aos 30’/2.º).

Cartões Amarelos: Queen, Nando (STR); Paulo Sérgio, Merci, Alysson Neguinho (BAN).

Confira imagens da partida:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: