Técnico do Uberlândia agradece reconhecimento da torcida e afirma que alguns reforços virão

Time do Uberlândia comemora o que viria a ser o gol de honra na decisão da Copa de Futebol Amador da Capital
Time do Uberlândia comemora o que viria a ser o gol de honra na decisão da Copa de Futebol Amador da Capital

A derrota na decisão da Copa de Futebol Amador para o Novo Mundo está longe de ter significado o fim do mundo para o Uberlândia. Logo após a partida de sábado (4), os jogadores e a comissão técnica foram ovacionados pela torcida, que reconheceu o esforço da equipe, dona de orçamento modesto e que se mantém competitiva. Foi neste momento que o técnico Joãozinho Ribeiro analisou o desempenho da equipe.

“De bom, é o  trabalho que foi feito. Óbvio que, quando chega fase final,  há o desejo de conquistar e o clube precisa e vive de vitória. O reconhecimento da torcida mostra que valeu o trabalho de um clube que trabalha sem dinheiro, sem muita condição, e que dá esse espetáculo para torcida e para a comunidade, uma grande equipe”, avaliou o treinador. “E perdemos para o Novo Mundo, que jogou melhor nas duas partidas e hoje fez uma partida tranquila, já com resultado na mão, e que acabou, com nossas expulsões, desmontando nosso esquema tático. O título ficou em boas mãos e estamos comemorando o vice com bom trabalho”, completou.

O próximo desafio da equipe é a Suburbana, a partir de julho. O Uberlândia volta à elite após um ano na Série B, de onde saiu como vice-campeão. “Teremos alumas novidades, não posso confirmar quem são. Temos alguns setores em que ficou claro que temos de melhorar e vai melhorar. A competição que vem a seguir é bem mais difícil que esta”, concluiu.

Segundo nossa reportagem apurou, dois desses reforços viriam para o ataque, setor que perdeu Quintino machucado no começo da Copa de Futebol Amador (após cirurgia, tem expectativa de retorno mais para o fim da Suburbana) e ficou sem Paulinho na grande decisão (deve retornar nas primeiras rodadas), justamente os dois titulares, e teve dificuldade de reposição. Os nomes de dois atacantes para reforçar o Uberlândia seriam de Sena, que defendeu o Grêmio Ipiranga na Copinha, e de Kiki.

Comments

  1. Que lixo, time local com faixa dos nossos antigos colonizadores, praga colonialista que nos oprime até os dias de hoje. Somos livres, somos todos iguais, não ao corintia! 1853, não somos mais comarca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: