Vasco bate Trindade e entra de vez na briga por vaga

Jogadores do Vasco da Gama comemoram o gol do Tob, abrindo a vitória sobre o Santíssima Trindade

Em jogo isolado pela terceira rodada do Grupo B da Série B da Suburbana, na tarde de quinta-feira (7), no Pedro de Almeida, o Vasco da Gama superou o Santíssima Trindade por 2 a 1 e entrou de vez na briga por uma vaga no mata-mata da competição. Tob e Rafa fizeram os gols do Cruzmaltino do Pilarzinho, enquanto que Marcão fez o gol do time do Cajuru.

O resultado coloca o Vasco na quinta colocação, fora da zona de classificação, mas com os mesmos cinco pontos do Santíssima Trindade, quarto colocado e último que se classificaria. O que diferencia as equipes na tabela é o saldo de gols, com 4 para o Trindade e 0 para o Vasco. O líder é o Grêmio Ipiranga com nove pontos.

“Foi bom jogo, não conseguimos resultado que queríamos. Passamos por um momento difícil, mas somos um grupo unido, praticamente uma família, e daremos a volta por cima”, disse o lateral Folha após a segunda derrota seguida do Trindade. “Hoje era jogo importante, pois senão ficaria difícil. Time deles qualificado e fui feliz de sair do banco e fazer gol e assistência. Agora vamos para cima do Tanguá, outro time forte, e vamos em busca da classificação”, disse o meia Tob do Vasco.

Os dois times voltam a campo no próximo dia 16, um sábado, data que a Suburbana tem sua próxima rodada completa. O Vasco recebe o Tanguá no Erondi Silvério. O Santíssima Trindade encara o Nacional no XV de Agosto. Juvenis entram em campo às 13h30 e os adultos às 15h30.

O jogo

O duelo, que havia sido adiado pela morte do meia Rodolfo, do Santíssima Trindade, foi a única da tarde de feriado. Sob forte calor e muita poeira no gramado, o jogo começou quente e com muito choques. Em um deles, o meia Jé do Santíssima Trindade sofreu um corte atrás da orelha esquerda e passou o restante do jogo usando um curativo na cabeça.

As duas equipes pouco finalizaram na etapa inicial. No caso do Trindade, um problema que se mostrou crônico durante a partida.

Com receio de uma expulsão, o técnico Jurandir Senna sacou o lateral Pixola aos 35 minutos do primeiro tempo e colocou inicialmente o atacante Rafa no meio-campo, descolando o meia Joãozinho para a lateral-direita. No intervalo, o treinador corrigiu o posicionamento de Rafa colocando o meia Tob no lugar de Meira. Foi a chave do jogo, pois, com mais força física em um campo pequeno e seco, o Cruzmaltino passou a chegar com mais facilidade ao ataque.

O primeiro gol da partida saiu aos 11 minutos. Tob bateu falta do lado esquerdo à meia altura no canto direito de Marlon.

O segundo gol saiu aos 16 minutos, com Tob encontrando Rafa e o atacante batendo com força no canto esquerdo. Marlon chegou a tocar na bola antes dela entrar.

A resposta do Santíssima Trindade foi imediata. Aos 17 minutos, Lelo bateu torto de meia distância, mas Nando evitou a saída e cruzou da direita, Tupã escorou no segundo pau e Márcio bateu com força no canto alto de Ade.

Com o jogo aberto, os dois times passaram a se lançar ao ataque. O Vasco levando perigo nos contra-ataques e o Trindade tentando tomar a iniciativa do jogo, mas sem conseguir chutar. No lance mais polêmico do jogo, numa devolução de fair play, o goleiro Ade segurou recuo com a mão. Falta e muita reclamação, com o técnico Jurandir Senna chegando a adentrar o gramado.

Sem a 10

Em homenagem a Rodolfo, o Santíssima Trindade não está usando a camisa 10 em seus jogos da categoria adulta.

Nos juvenis, uma bola bastou para o Vasco

O gol de Nicolas, para o Vasco, decidiu a partida preliminar

Na preliminar, um gol foi o suficiente para dar a vitória ao Vasco sobre o Santíssima Trindade. Nicolas, aos 26 minutos da etapa final, aproveitando erro de saída do time do Trindade, foi o autor do tento em meio a um jogo disputado, mas limpo, sem cartão amarelo algum.

Outros aspectos que chamaram a atenção no jogo foram o calor, com direito a pausa de reidratação nos dois tempos, e os gols perdidos para os dois lados.

O resultado mantém o Santíssima Trindade na vice-liderança com nove pontos e saldo +7. O Vasco da Gama é agora o terceiro com os mesmos nove pontos, mas saldo de +2.

Ficha Técnica

Santíssima Trindade 1 x 2 Vasco da Gama

Estádio Pedro de Almeida, Bairro Alto, Curitiba

Santíssima Trindade: Marlon; Baiano, Anderson, Queen e Folha; Márcio (Wescley), Jé, Nando e Tupã; Giovani (Lelo) e Leandro. Técnico: Oscar Kirsten.

Vasco da Gama: Ade; Pixola (Rafa), Carlinhos, Luizinho e Pará; Marcelinho (Ale), Asiático, Júlio e Joãozinho; Gaúcho (Sabino) e Meira (Tob). Técnico: Jurandir Senna.

Arbitragem: José Ricardo de Souza Costa, Reube Dobrychlop dos Reis e Daniel Olívio Tschöke.

Gols: Tob (VAS, aos 11’/2.º), Rafa (VAS, aos 16’/2.º) e Márcio (STR, aos 17’/2.º).

Cartões Amarelos: Jé, Tupã (STR); Pixola, Júlio, Tob (STR).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: