Conquista do Nova Orleans coroa crescimento de herói dos pênaltis

Rogério comemora a defesa do pênalti batido por Thiago Gbur: de terceiro goleiro do Trieste a titular incontestável no Nova Orleans
Rogério comemora a defesa do pênalti batido por Thiago Gbur: de terceiro goleiro do Trieste a titular incontestável no Nova Orleans

O título da Suburbana pelo Nova Orleans conquistado nos pênaltis sobre o Operário Pilarzinho marcou a consolidação do goleiro Rogério. Não foi a primeira conquista do guarda-metas de 26 anos, mas foi o primeiro em que foi peça fundamental, como em momentos do segundo jogo da final e, principalmente, na decisão por pênaltis, em que pegou as cobranças de Bitoca e a derradeira de Thiago Gbur.

“É minha segunda Suburbana. Já tinha vencido como terceiro goleiro do Trieste. Agora foi a primeira vez que ganhei jogando. Vai ser difícil dormir à noite. Vou passar agradecendo a Deus”, afirmou Rogério, logo após a partida, quando era abraçado por companheiros, membros da comissão técnica e diretores do time da Zona Oeste, campeão pela primeira vez desde 1994.

Na cobrança de Bitoca, que havia feito um gol de pênalti no tempo normal, Rogério detectou a mudança de modo de bater e defendeu a tentativa de cavadinha. Na de Thiago Gbur, uma cobrança à meia altura foi defendida com precisão, dando o título por 4 a 3 na primeira série alternada, e colocando o goleiro como um dos jogadores de primeira grandeza da posição no campeonato. O próximo desafio do Nova Orleans, já em 2015, é a Taça Paraná, que reúne os campeões das ligas  amadoras do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: