Nova Orleans vence Iguaçu em grande partida e está a um empate da final

Jogadores do Nova Orleans comemoram o gol de Bitoca: camisa 10 foi o destaque da partida com dois gols
Jogadores do Nova Orleans comemoram o gol de Bitoca: camisa 10 foi o destaque da partida com dois gols

Em um jogo em alta rotação e com muitas alternativas, o Nova Orleans fez diferente da fase anterior e venceu o Iguaçu por 3 a 2. O jogo de sábado (29) valeu pela ida das semifinais da Suburbana. O destaque do jogo foi o meia Bitoca, autor de dois gols para o Alviverde, campeão de 2014. Pablo e Marcelo Tamandaré fizeram os gols do Alvinegro.

O resultado faz com que o Nova Orleans jogue pelo empate no próximo sábado no Egydio Ricardo Pietrobelli (juvenis em campo às 14h30 e adultos às 16h30) para se classificar. O Iguaçu, atual vice-campeão, precisa vencer por qualquer resultado para levar a decisão para os pênaltis.

“Graças a Deus foi um grande jogo vitorioso contra equipe muito qualificada. Deus me abençoou por fazer dois gols, um na troca de passe com o Bruninho, que jogamos desde pequenos juntos, na troca de passe. Temos de jogar com a mesma raça e a mesma união, com pé no chão para fazer bom jogo e segurar resultado”, disse Bitoca após a partida.

“Nossa equipe é forte em casa e temos de trabalhar para conseguir levar para os pênaltis. Eles são uma grande equipe e estão de parabéns. Vamos com tudo”, disse Zé Nunes do Iguaçu.

O jogo

Os times vieram a campo bem desfalcados. O Iguaçu não tinha Luisinho Netto, lesionado, mesmo motivo da ausência de Leomar por parte do Nova Orleans. Éderson cumpriu suspensão pelo terceiro amarelo.

O Nova Orleans começou melhor e chegou ao primeiro gol em jogada de escanteio que Molão completou de cabeça logo aos 14 minutos de partida.

A resposta do Iguaçu foi rápida. Aos 16 minutos, Pablo completou jogada de contra-ataque. O lance gerou reclamação do time do Nova Orleans, que pediu falta em Juliano no começo do lance.

O Nova Orleans voltou a pontear o placar com um golaço aos 34 minutos em jogada familiar. Bruninho recebeu a bola na meia-direita e encontrou o primo e companheiro de time Bitoca, que levantou a cabeça, viu uma fresta, e mandou uma bomba de longe no ângulo direito do goleiro Rodrigo.

Lesão

Num jogo de bastante contato físico, os jogadores ficaram propensos a lesões. Vários deles saíram sentindo. A lesão que mais chamou a atenção foi a do atacante Pablo do Iguaçu. A reportagem não recebeu informações se algo mais grave aconteceu com o atleta, que precisou de atendimento no tornozelo por muitos minutos após lance mais forte e foi substituído os 4 da etapa final.

Bola parada segue decidindo

O Iguaçu chegou ao novo empate aos 9 minutos da etapa final. A equipe alvinegra teve uma falta a favor quase do círculo central. Léo Gago bateu com muita força, Rogério deu rebote e Marcelo Tamandaré empurrou para as redes. Na comemoração, o atacante do Iguaçu mostrou a barriga para a torcida adversária que o provocava chamando de ‘gordo’.

Aos 25, o Nova Orleans teve pênalti a seu favor. A cobrança foi bem executada por Bitoca, garantindo a vitória e a oportunidade de jogar por um empate.

Nos juvenis, Trieste na frente de virada

Na preliminar de juvenis, o Trieste largou com vantagem sobre o Renovicente e agora joga por um empate na volta após vencer por 2 a 1 de virada.

O Renovicente saiu na frente com Guilherme Morais completando jogada de velocidade aos 4 minutos de jogo.

O empate do Trieste veio com Thiago, aos 19 minutos, aproveitando rebote do goleiro.

O time de Santa Felicidade chegou à vitória nos acréscimos, 41 minutos do segundo tempo, após Alexandre completar boa jogada de Ruan.

Ficha Técnica:

Nova Orleans 3 x 2 Iguaçu

Estádio José Drulla Sobrinho, Orleans, Curitiba

Nova Orleans: Rogério; Buiú, Du, Thiago Gbur e Victor Tilly; Erick, Molão (Pikachu), Bruninho (Bambu) e Bitoca; Igor (Marcio) e Juliano. Técnico: Alexandre Oliveira.

Iguaçu: Rodrigo; Glauco (Zé Nunes), Douglas, Emerson e Aderaldo; Adam (Romário), Léo Gago e Marcelo Moscatelli (Rogério); Hideo, Marcelo Tamandaré e Pablo (Thiaguinho). Técnico: Juninho.

Arbitragem: Diego Bonfim, Eduardo Luis Teixeira Furiatti e Tom Gomes Rocha.

Gols: Molão (UNO, aos 14’/1.º), Pablo (IGU, aos 16’/1.º), Bitoca (UNO, aos 34’/1.°, aos 25’/2.º), Marcelo Tamandaré (IGU, aos 9’/2.º).

Cartões Amarelos: Juliano, Pikachu (UNO); Léo Gago, Thiaguinho (IGU).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: