Santíssima Trindade e Iguaçu empatam em jogo de reviravoltas

Seis gols, dois deles nos acréscimos, fizeram do jogo no Solar do Bosque algo imprevisível até o apito final

Em um jogo de muitos gols e três reviravoltas no placar, Santíssima Trindade e Iguaçu empataram por 3 a 3 no Solar do Bosque, neste sábado (22), pela Série A da Suburbana. Por um instante nos acréscimos, o Iguaçu esteve perdendo a invencibilidade, mas outro gol nos acréscimos selou o resultado, que fez o time visitante cair para a vice-liderança, com 16 pontos, atrás do líder Trieste no saldo de gols, e fez os mandantes abandonarem a lanterna com agora 3 pontos, no 11.º lugar, ainda na zona de rebaixamento. Douglas, contra, Jacaré e Erick marcaram para o Tricolor da Zona Leste. Alex Pinhais, duas vezes, e Emerson, este aos 51 minutos da etapa final, fizeram os gols do Galo da Colônia.

“Deixamos escapar a final novamente. Já tinha acontecido contra Trieste e Capão Raso. Enaltecer que o Iguaçu é uma grande equipe. Lamentar que tomamos um gol de pênalti no fim e não podemos mais deixar escapar”, disse o zagueiro Erick, autor do terceiro gol do Trindade. “Hoje foi uma partida para ser esquecida. Foi a pior partida nossa e ainda conseguimos somar um ponto com um pênalti sofrido no final, ponto muito valioso”, disse Felipe, goleiro do Iguaçu.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado (29) em jogos fundamentais para seus objetivos. O Santíssima Trindade enfrentará o Uberlândia, no Manoel Gustavo Schier. Uma vitória contra o adversário direto deixa a equipe do Cajuru a um ponto de sair da ZR. O Iguaçu recebe o agora líder Trieste no Egydio Ricardo Pietrobelli. O duelo de invictos garante a liderança ao vencedor e o empate pode fazer os dois serem ultrapassados caso o Novo Mundo vença sua partida. Os juvenis entram em campo às 13h30 e os adultos às 15h30.

O jogo

Entrando em campo como líder, o Iguaçu tomou a iniciativa. Jogava, mas deixava jogar. O Santíssima Trindade, com três zagueiros, mostrou compactação na defesa e partia bem pelas pontas.

E foi pela ponta que o primeiro gol da partida saiu. Aos 31 minutos, Baiano subiu pela direita e cruzou. A bola desviou em Douglão e enganou o goleiro Felipe. Era o Santíssima Trindade, que entrou na rodada como lanterna, saindo na frente do então líder.

A dianteira do Trindade no placar durou pouco. Aos 34 minutos, Léo Gago bateu falta na direita e Alex Pinhais desviou de leve para empatar a partida.

Na segunda etapa, a virada do Iguaçu veio cedo, aos 7 minutos. Novamente Alex Pinhais concluiu a jogada. Mas a vantagem do Iguaçu também foi efêmera, pois Jacaré tratou de empatar a partida aos 14 minutos ao concluir de frente para o gol.

Com a igualdade, o Trindade se soltou e a partida ficou franca, ainda mais depois da expulsão de Léo Gago aos 28 minutos por dupla advertência ao entrar forte num adversário.

Aos 46 minutos, o Santíssima Trindade tem pênalti a favor. Erick cobra e coloca, já dentro dos acréscimos, a equipe a caminho da primeira vitória.

Era uma questão de tempo, mas a vantagem acabou indo embora no último lance da partida. Após lançamento na área, Pé agarra Pedro Oldoni na área e comete pênalti. Emerson converteu aos 51 minutos e decretou a igualdade que só não houve na partida durante 15 minutos, com o Trindade estando na frente em 8 minutos e o Iguaçu em 7 minutos.

Nos juvenis, Iguaçu goleia e sobe uma posição

Jogadores do Iguaçu comemoram o quinto gol. Vitória mantém chances de classificação

Na preliminar de juvenis, o Iguaçu levou a melhor sobre o Santíssima Trindade ao vencer por 5 a 0. O resultado fez com que o Galo da Colônia subisse de 11.º para 10.º lugar com 9 pontos. O Santíssima Trindade segue na lanterna com 3 pontos.

Luiz Felipe fez dois gols pelo Iguaçu, aos 4 minutos e aos 18 minutos da primeira etapa. Mendes ampliou com um belo gol aos 21 do primeiro tempo e outro aos 24 minutos do segundo. Jhonatan fechou o marcador com um gol aos 38 minutos da etapa final em um duelo que o Iguaçu levou vantagem ao não dar muito espaço ao Trindade, que mostrou dificuldades na saída de bola.

Ficha Técnica:

Santíssima Trindade 3 x 3 Iguaçu

Estádio Solar do Bosque, Santa Cândida, Curitiba

Santíssima Trindade: Vinícius; Erick, João e Queen; Baiano, Anderson Black, Jhonatan (Pé), Henrique Moura e Juliano (Marcão); Du (Henrique Vicente) e Jacaré (Nando). Técnico: Valdo.

Iguaçu: Felipe; Neto, Emerson, Douglão e Tonton; Russo, Wellington Baroni (Pedro Oldoni), Léo Gago e Bruninho (Paulinho); John César (Samuel) e Alex Pinhais (Leonardo). Técnico: Luisinho Netto.

Arbitragem: Diego Bonfim, Daniel Cotrim de Carvalho, Ricardo Alexandre Santos.

Gols: Douglas (Contra, pró-STR, aos 31’/1.º), Alex Pinhais (IGU, aos 34’/1.º, aos 7’/2.º), Jacaré (STR, aos 14’/2.º), Erick (STR, aos 46’/2.º), Emerson (IGU, aos 51’/2.º).

Cartões Amarelos: Baiano, Queen, Juliano, Pé (STR); Léo Gago, Neto (IGU).

Cartão Vermelho: Léo Gago (IGU, aos 28’/2.º, dupla advertência).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: