Vila Sandra goleia Palmeirinha e está a um empate da taça da Série B

Zé Ricardo comemora o gol de abertura do placar: ataque do Vila Sandra funcionou muito bem no campo pesado do Elba de Pádua Lima

O Vila Sandra deu um passo gigante para a conquista do título da Série B da Suburbana. O Alvinegro goleou o Palmeirinha neste sábado (10), no Elba de Pádua Lima, pelo expressivo placar de 5 a 1 e está a apenas um empate de levantar a taça. Zé Ricardo e Adriano marcaram duas vezes cada e Maranhão, destaque da partida com dribles e assistências, marcou uma vez. Polaco diminuiu para o Palmeirinha, que agora precisa de uma vitória simples para levar a decisão para o terceiro jogo em campo neutro.

“Agora temos de chegar em casa e jogar o que sabemos, segurando atrás e marcando na frente. É um prazer jogar com o Zé Ricardo e o Adriano, dois monstros, e eu estou aqui só para fazer o dever de casa”, disse Maranhão do Vila Sandra.

 

“Agora é tudo ou nada. Pode ser 1 a 0, pois não tem vantagem. O time deles não chegou à toa e a gente também. Temos de ir lá buscar vitória para levar para o terceiro jogo. Hoje [sábado], o time nosso jogou com bastantes desfalques e nosso estilo de toque de bola e correria não funcionou. O time deles é bem postado e mataram o jogo”, analisou Du, do Palmeirinha.

A partida de volta será no próximo sábado (17), no Ozório Claudino de Barros, com os adultos entrando em campo às 16 horas e os juvenis às 14 horas (ainda nesta reportagem, o que aconteceu na decisão juvenil).

O jogo

O Vila Sandra começou aceso em campo e deu uma amostra do que seria a partida já aos 2 minutos, quando Maranhão arrancou pela esquerda e sofreu pênalti de Rafael. Após paralisação para atendimento, aos 5 minutos, Zé Ricardo bateu rente no canto e abriu o marcador.

O empate do Palmeirinha poderia ter saído pouco tempo depois, mas parou em Faísca salvando uma bola em cima da linha. O jogo na etapa inicial seguiu truncado, com as equipes tendo dificuldades de jogar no chão por causa do maltratado piso do Elba de Pádua Lima, que recebia o terceiro jogo do dia (houve uma final do Cinquentinha antes dos juvenis) com um tempo que alternava pancadas de chuvas com momentos de calmaria.

Atrás no marcador, o técnico Daniel Jorge mexeu três vezes no intervalo, tentando tirar o Palmeirinha do marasmo. Aos 11 minutos, após bate e rebate na área do Vila Sandra, o goleiro Felipe fez uma defesa milagrosa, mas Polaco acertou um voleio no rebote, empatando a partida.

Foi o que precisava para o Vila Sandra acordar. No lance seguinte, aos 12 minutos, Maranhão fez bela jogada pela direita e serviu Adriano, recolocando o Alvinegro na frente.

Aos 14 minutos, Robinho puxou um contra-ataque pela esquerda e encontrou Wescley, que rolou para Mineiro. O camisa 10 viu a passagem de Maranhão pela direita e tocou. O baixinho entortou a defesa, cortou para dentro e bateu na saída de Anderson.

O recital de Maranhão seguiu aos 19 minutos. O jovem ponteiro do Vila Sandra provocou mais um carnaval pelo lado direito do ataque e rolou para Adriano fazer seu 17.º gol na competição. Ele é o terceiro colocado na tabela de artilheiros.

O placar foi fechado aos 30 minutos, com Zé Ricardo aproveitando cruzamento de cabeça, sem sair do chão, com aparente facilidade. Foi o 23.º gol do artilheiro do campeonato, três a mais que Luizinho, do já eliminado Bangu, que tem 20 gols.

O placar elástico de 5 a 1 permitiu ainda que o técnico Marcos Franco pudesse poupar nos minutos finais seus principais jogadores.

Mais homenagens

A Chapecoense foi lembrada em mais alguns momentos. A torcida do Vila Sandra, que esteve em maior número, levou faixas de apoio ao time catarinense e cantou “Vamos Chape” na entrada no estádio, quando se posicionou na arquibancada visitante. A arquibancada local segue interditada após desabamento parcial causado por tempestade no meio do ano. O setor precisará de um muro de concreto para ser sustentado, pois fica alguns metros abaixo do nível da Rua Santa Regina, que passa do lado de trás do campo na Vila Ipiranga.

Bangu vence preliminar e está a um empate de título juvenil

Neguinho comemora o segundo gol do Bangu: um empate separa o Rubro-Negro do título

Na preliminar de juvenis, o Bangu venceu o Bairro Alto por 3 a 0 e também está distante apenas um empate do título da Série B Juvenil. O Bairro Alto precisa vencer o jogo de volta para forçar a terceira partida.

Mais adaptado ao piso, o Bangu saiu na frente aos 37 minutos do primeiro tempo. O lateral-esquerdo Du deu um chute despretensioso que entrou manso no canto do goleiro.

O rubro-negro aumentou aos 17 minutos do segundo tempo em uma bela jogada do centroavante Neguinho, que recebeu na velocidade e cortou duas vezes a defesa antes de bater.

Bonito também foi o gol de Alisson, aos 28 minutos, também usando de habilidade de para contornar a defesa e bater para o gol.

Ficha Técnica:

Palmeirinha 1 x 5 Vila Sandra

Estádio Elba de Pádua Lima, Vila Ipiranga, Capão Raso, Curitiba

Palmeirinha: Anderson; Rafael (Du), Lincoln, Thiago (Valdecir) e Polaco; Mucilon (Célio), Mazinho (Cafu), e Hantz; Dolinha (Jiovane), Marquinhos (César) e Thiagão. Técnico: Daniel Jorge.

Vila Sandra: Felipe; Robinho, Vinícius (Márcio), Faísca e Dedé; Guilherme, Wescley (Matusalém) e Mineiro (Juninho); Maranhão (Robson), Zé Ricardo (Mexicano) e Adriano (Gian). Técnico: Marcos Franco.

Arbitragem: Robson Toloczko Coutinho, Fabrício da Silva Martins e Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto.

Gols: Zé Ricardo (VSA, aos 5’/1.º, aos 30’/2.º), Polaco (PGG, aos 11’/2.º), Adriano (VSA, aos 12’/2, aos 19’/2.º), Maranhão (VSA, aos 14’/2.º).

Cartões Amarelos: Rafael, Thiago, Mazinho (PGG); Felipe, Vinícius, Wescley (VSA).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: