Bangu vence Tanguá e avança às quartas da Copinha

Jogadores do Bangu comemoram o terceiro gol da equipe, marcado por Coutinho: Rolo Compressor conseguiu a quarta vaga  do grupo nas quartas de final

Em partida realizada na tarde deste sábado (22) no Manoel Garcia de Andrade, o Bangu venceu o Tanguá por 3 a 0. Adriano Gloneke, Hantson e Coutinho fizeram os gols da partida. O resultado colocou o Rolo Compressor nas quartas de final da Copa de Futebol Amador da Capital. O Bangu fechou o Grupo B em quarto com 9 pontos, garantindo a última vaga no mata-mata. O Tanguá, que entrou em campo com chances de classificação, fechou a fase em sétimo, com três pontos.

“Mais um jogo difícil, última rodada. Nosso time deixou para o último jogo. Sabíamos que naturalmente seria jogo difícil, sem loucura, jogamos com calma e conseguimos conquistar um resultado positivo”, disse Hantson, meia do Bangu. “Entramos esperançosos com nossas mínimas chances, tentando vencer essa equipe forte do Bangu. Agora é forcarmos na Suburbana, analisarmos os erros cometidos, acertar para fazer algo diferente”, afirmou Sabino, atacante do Tanguá.

O Bangu volta a jogar no próximos sábado (29), no Elba de Pádua Lima, contra o Grêmio Ipiranga, primeiro colocado do Grupo A, às 15h30. O Tanguá volta a campo em agosto, em data a definir, já pela Série B da Suburbana. O arbitral da competição, que o Bangu também disputará, está marcado para o dia 4 de julho.

O jogo

O Bangu entrou em campo precisando de uma vitória simples para se classificar. O Tanguá precisava também da vitória, mas precisaria torcer pelo Olímpico contra o Shabureya. Em momento algum o resultado desejado pelo time visitante aconteceu, tendo em vista que o Shabu acabou vencendo o ECO saindo na frente do marcador.

O jogo começou com as duas equipes alongando as bolas e procurando o resultado. O Tanguá conquistou várias faltas perto da área, mas parou na falta de pontaria e, quando a bola foi na direção do gol, no goleiro Ricardo Senem, de volta à equipe após um jogo de suspensão.

O primeiro gol veio cedo. Após cobrança de escanteio aos 7 minutos, um bate e rebate na área, foi encerrado com Adriano Gloneke empurrando a bola para as redes de Mineiro.

O jogo passou a ficar mais nervoso, com equipes reclamando bastante e alguns cartões sendo dados por reclamação.

No segundo tempo, o gol saiu novamente cedo. Aos 8 minutos, o Bangu teve uma falta quase na risca da área, bastante para o lado direito. Hantson cobrou com perfeição no ângulo direito de Mineiro.

O gol fez o time do Bangu acalmar e passar a tocar a bola com mais facilidade, característica da equipe. O Tanguá não desistiu de ir atrás do resultado, o que gerou alguns lances de contra-ataque.

O terceiro gol do Bangu saiu aos 27 minutos. Coutinho recebeu na esquerda e bateu cruzado na saída de Mineiro, fechando o marcador.

Ficha Técnica:

Bangu 3 x 0 Tanguá

Estádio Manoel Garcia de Andrade, Vila São Pedro, Xaxim, Curitiba

Bangu: Ricardo Senem; Valdir, Paulo Sérgio, Bruno e Dedé (William Neguinho); Diego (Merci), Marcos Paulo (Rafa), Hantson e Joãozinho (Michael); Roberto (Coutinho) e Adriano Gloneke (Adriano Sagui). Técnico: Jeferson Silveira.

Tanguá: Mineiro; Cesinha (Jefferson), Willian, Pezão e Pedro; Júlio (Fernando), Alcides (André), Asiático e Diogo (Panichi); Eliabe e Sabino. Técnico: Antônio Marcos.

Arbitragem: Eduardo da Silva Silveira, Heitor Alex Eurich, Sérgio Henrique Monteiro Gomes.

Gols: Adriano Gloneke (BAN, aos 7’/1.º), Hantson (BAN, aos 8’/1.º), Coutinho (BAN, aos 27’/1.º).

Cartões Amarelos: Paulo Sérgio, Diego, Dedé (BAN); Willian, Pezão, Júlio, Eliabe (TAN).

Confira imagens da partida:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: