#BrasileirãoFreak – 03/12

A Série B acabou! A Série A quase está lá! Sendo assim, vamos seguir com os números da Série A e faremos uma avaliação da Série B. Na semana que vem, já não teremos Série B sendo analisada aqui e a Série A terá sua avaliação pós-rodada final. São os lances definitivos do #BrasileirãoFreak da semana que está no ar!

Série A

* Apenas o Flamengo está dentro da Média Inglesa, já de modo irreversível. O vice-líder Santos precisa vencer as duas partidas que resta para passar a marca, o que seria um feito raríssimo. Nunca na história do Brasileirão de pontos corridos tivemos dois times terminando a competição dentro da Média Inglesa. Sempre foi um ou nenhum.

* O Athletico Paranaense superou os 58 pontos projetados para o G6.

* O Atlético-MG atingiu os 45 pontos projetados inicialmente para a salvação. Porém, no momento, o primeiro da ZR, o Cruzeiro, só atinge no máximo 42 pontos com 9 vitórias, o que livrou Botafogo e Fluminense da degola e restringiu a briga pelas duas últimas vagas na Série B de 2020 a CSA (com 99,9% de queda precisando torcer contra o Ceará e precisando tirar 26 gols de saldo de diferença), Cruzeiro e Ceará (este último o único que depende apenas de si para se salvar).

* O Atlético-MG não alcança mais os 53 pontos projetados para o G6, mas tem chances ainda remotas de se classificar para a Libertadores. Isso porque o G6 virou G8.

* O São Paulo já está garantido na Libertadores. Ainda não se sabe se na fase de grupos ou na preliminar.

* Flamengo, Athletico Paranaense e Fortaleza não perderam nenhum dos últimos cinco jogos.

* Palmeiras, Ceará, Cruzeiro e Avaí não venceram nenhum dos últimos cinco jogos.

* Os 24 gols do artilheiro Gabriel “Gabigol” Barbosa são uma marca que nenhum artilheiro terminou na história da competição. Já é o melhor número desde os 34 gols de Washington Coração Valente pelo Athletico Paranaense de 2004. É a oitava melhor marca da história até o momento.

Régua dos Pontos

87 a 93: Flamengo

71 a 77: Santos

68 a 74: Palmeiras

62 a 68: Grêmio

60 a 66: Athletico Paranaense

57 a 63: São Paulo

54 a 60: Internacional

53 a 59: Corinthians

49 a 55: Fortaleza, Goiás

48 a 54: Bahia

47 a 53: Vasco

45 a 51: Atlético Mineiro 

42 a 48: Botafogo, Fluminense

38 a 44: Ceará

36 a 42: Cruzeiro

32 a 38: CSA

28 a 34: Chapecoense

19 a 25: Avaí

Série B

* O campeão Red Bull Bragantino ficou um ponto abaixo da Média Inglesa.

* O Atlético-GO, último promovido, ficou com um ponto a menos que a pontuação projetada para o acesso, que era de 63 pontos.

* Todos os rebaixados ficaram com 39 pontos. 40 pontos seriam suficientes para a salvação, cinco a menos que o projetado.

* Alto número de empates diminuiu os números, além de equilíbrio no fundo da tabela. O Figueirense empatou 20 vezes, isto é, um turno inteiro e mais um jogo.

* O número de empates do Figueirense só é superado pelas derrotas do Londrina, 21, e pelas vitórias do Red Bull Bragantino, 22.

* O Figueirense se salvou vencendo apenas 7 jogos, mesmo número de vitórias do lanterna Vila Nova.

* O Londrina foi a equipe que menos empatou, apenas 6 vezes.

* O vice-campeão Sport foi o time que menos perdeu, apenas 4 vezes.

* Os 17 gols de Guilherme do Sport, artilheiro, são iguais às marcas de: Elton do Vasco, Marcelo Nicácio do Fortaleza e Rafael Coelho do Figueirense de 2009, e de Dagoberto do Londrina de 2018. Esta é a 13.ª melhor marca da história.

Freakadas Alheias

Use a tag #BrasileirãoFreak no Twitter e corra o risco de aparecer aqui na próxima edição. Ninguém teve a coragem de fazer isso esta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: