#BrasileirãoFreak – 05/06

Chegou junho, mês de Copa, e #BrasileirãoFreak não para (e nem vai parar, pois a CBF fez o desserviço de colocar Série B durante a Copa, como se fosse surpreendida por um evento que tá marcado há anos). Então, vamos aos números de uma vez por todas:

Série A

* Não temos mais invictos. E o Ceará é o único sem vencer.

* O Santos segue como único que não empatou.

* O líder Flamengo é o único time dentro da Média Inglesa.

* O Botafogo tem três vitórias, três empates e três derrotas com 11 gols marcados e 11 gols sofridos. Simetria de Gatito, Pimpão e Lindoso. Tem números que só acontecem com o Botafogo.

* Mais um gol e o artilheiro Roger Guedes do Atlético Mineiro, 6 gols, iguala a menor marca final da história do Brasileirão: os 7 gols do lendário Coutinho pelo Santos de 1962 e de Ferretti do Botafogo de 1968 (ambos Taça Brasil).

Série B

* O Fortaleza segue invicto. E o São Bento também. Só que o time de Sorocaba empatou seis dos oito jogos.

* Todo mundo ganhou ao menos um jogo.

* Fortaleza e CSA estão dentro da média inglesa. O aproveitamento do Fortaleza a esta altura, 91,7%, é um desbunde.

* O CSA não empatou ainda.

* Nenhum time está com o saldo de gols zerado.

* Cassiano do Paysandu, com seis gols, já superou a marca mais baixa da história da Série B, que são os 4 gols de Rubilota do Remo de 1971. Ele tem os mesmos gols de Dadinho (que não passou a se chamar Zé Pequeno) do Remo de 1984, de Paulo César da Tuna Luso de 1985, e de Guilherme (sim, o Macuglia) do Figueirense também de 1985, o único fora do Pará citado neste asterisco. Calypso!

Freakadas Alheias

Use a tag #BrasileirãoFreak no Twitter e corra o risco de aparecer aqui. Nesta semana, ninguém teve a coragem de fazer isso.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: