#BrasileirãoFreak – 10/12

Acabou ooo ooo ooo A-ca-bou! E este é o último #BrasileirãoFreak da temporada! Vamos analisar a Série A antes que a Simone nos pergunte o que a gente fez!

Série A

* Apenas o Flamengo terminou acima da Média Inglesa, mas com 90 pontos, 14 acima dela, 16 acima do segundo colocado. Melhor desempenho de uma equipe desde que o certame passou a ter 20 equipes em pontos corridos (o Cruzeiro de 2003 fez 100 pontos, mas a competição tinha 24 equipes, o que significava oito rodadas a mais).

* No que corresponde ao aproveitamento, o Flamengo fezx 78,9% dos pontos contra os 72% daquele Cruzeiro de 2003.

* Santos e Palmeiras fizeram 74 pontos, dois abaixo da Média Inglesa. Poderiam ter sido campeões em outros anos com esta pontuação, casos de 2017, 2011, 2010 e 2009.

* Em sexto lugar, o São Paulo fez 63 pontos, que era a pontuação prevista para o quarto colocado, sendo que era previstos 58 pontos para o sexto colocado. O Internacional, sétimo colocado, fez 57 pontos. Não foi só o Flamengo que pontuou muito e sim os seis primeiros, que ficaram acima das projeções, concentrando pontos.

* Sobrou em cima e faltou em baixo. O Ceará se salvou com 39 pontos, seis a menos que o projetado de 45 pontos. Teria se salvado com 37.

* Athletico Paranaense, Fortaleza e Fluminense foram os únicos a fechar sem derrotas nos últimos cinco jogos.

* Ceará, Cruzeiro e Avaí fecharam sem vitórias nos últimos cinco jogos. O Cruzeiro, rebaixado, foi o único a perder todas as últimas cinco partidas. Ora pois!

* Os 25 gols do artilheiro Gabriel “Gabigol” Barbosa o colocam no mesmo panteão de Careca do São Paulo de 1986. Esta foi a sexta melhor marca de um artilheiro de Campeonato Brasileiro na história.

* Gabriel “Gabigol” Barbosa foi biartilheiro. Outros jogadores já conseguiram esta marca que é relativamente rara: Bita (*1942 +1992) pelo Náutico nas Taças Brasil de 1965 e 1966 (sim, ele inspirou o Mundo Bita, como você já conferiu nesta coluna anteriormente), Dadá Maravilha pelo Atlético Mineiro em 1971 e 1972 e Túlio Maravilha pelo Botafogo em 1994 e 1995.

* Aí que está a novidade: Gabriel “Gabigol” Barbosa é o primeiro a ser biartilheiro do Campeonato Brasileiro por clubes diferentes, pois o fez pelo Santos no ano passado. Isso só conta anos seguidos.

* Os dez gols de Paolo Guerrero, peruano do Internacional, neste campeonato o fez a chegar aos 52 na era dos pontos corridos (2003 em diante). Assim, ele ultrapassou o sérvio Dejan Petkovic e é agora o maior artilheiro estrangeiro do período.

Série B

Já acabou e já demos o resumo na semana passada. Clica ali na tag que você confere como foi nosso resumo.

Freakadas Alheias

Use a tag #BrasileirãoFreak no Twitter e corra o risco de aparecer aqui na próxima edição na próxima temporada. Ninguém teve a coragem de fazer isso esta semana e nem esta temporada. Ficamos sem nenhuma garrafa, nem de spam chegando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: