Em tarde de goleadas, Bangu põe mão na taça e Uberlândia vira o principal desafiante

À esquerda, Bangu faz seis no Shabureya; À direita, Uberlândia faz sete no União Ahu

A tarde deste sábado (24) no Manoel Gustavo Schier foi repleta de gols pela Copa de Futebol Amador da Capital. Um total de 15 bolas na rede em duas partidas. O Bangu, novo líder, bateu o Shabureya por 6 a 0 e é o único time que depende apenas de si mesmo para ser campeão na última rodada. Seu principal desafiante é o Uberlândia, novo vice-líder, que goleou o União Ahu por 7 a 2 e agora precisa secar o Rubro-Nego enquanto tem de fazer sua parte na rodada decisiva.

O Bangu tem 19 pontos e precisa de uma vitória simples sobre o Nova Orleans para ser campeão. Caso empate, terá de torcer para que Uberlândia, Palmeirinha e Capão Raso não vençam. A missão do Uberlândia, 18 pontos, é mais difícil, pois precisa vencer o Grêmio Ipiranga e torcer para que o Bangu não vença o Nova Orleans. Um empate não serve para o Uber, pois há o confronto direto entre Bangu e Nova Orleans. O Nova Orleans, 17 pontos, é o terceiro postulante ao título e precisa vencer o Bangu, torcer contra vitória do Nova Orleans e torcer para que Palmeirinha e Capão Raso não o superem no saldo de gols. O Palmeirinha, 17 pontos, precisa vencer o Nacional, torcer contra vitórias do Uberlândia e do Bangu e ainda superar o saldo do Nova Orleans, caso este vença, e não ser alcançado no saldo pelo Capão Raso. O Capão Raso, 17 pontos, precisa vencer o Imperial, torcer contra Uberlândia e Bangu, e superar no saldo o Nova Orleans e o Palmeirinha, além de tentar se livrar no TJD das acusações de uso irregular de atletas. Dos onze times inscritos, cinco deles chegam à última rodada com alguma chance de título.

A próxima rodada, a última, no próximo sábado (1.°/7), pode ter alterações para alinhar os jogos de disputa de título em um mesmo horário. A princípio, Shabureya x União Ahu, que cumprem tabela e podem cancelar duelo, abrem a jornada no Elba de Pádua Lima, às 13h30. No jogo de fundo, o Grêmio Ipiranga recebe o postulante Uberlândia. No XV de Agosto, Nova Orleans e Bangu têm confronto direto inicialmente marcado para às 13h30, com Nacional e o postulante Palmeirinha fechando a jornada às 15h30. O único jogo solteiro da rodada, a princípio, é entre o postulante Capão Raso e o Imperial no José Carlos de Oliveira Sobrinho. A FPF tem a prerrogativa de alterar os locais e horários dos jogos caso julgue pertinente.

Bangu goleia e depende apenas de si

Na preliminar, o Bangu atropelou o lanterna Shabureya por 6 a 0. Com o tropeço do Nova Orleans, passou a ser o único time que depende de si mesmo para ser campeão.

O primeiro gol da partida foi aos 15 minutos de jogo com Zanka conferindo um bom lançamento.  Aos 17 minutos, o meia Betinho do Bangu teve de ser substituído após lesão aparentemente grave. O camisa torceu fortemente o joelho e precisou de remoção especializada para deixar o campo de jogo.

Aos 30 minutos, Valdir arrematou da entrada da área e aumentou o placar para o Rubro-Negro da Zona Oeste. Joãozinho ampliou aos 47 minutos após boa trama de ataque.

Na segunda etapa, Joãozinho, principal vetor criativo do time do Bangu, fez mais um aos 18 minutos. O Bangu teve relativa facilidade de jogar esticando jogo, qualidade bem explorada pelas características de ser um time bastante leve.

Aos 27 minutos, foi a vez de Romarinho aproveitar sua velocidade e fazer o quinto gol da partida. Ainda deu tempo para Saulinho, aproveitando rebote, aos 44 minutos, fechar o marcador em 6 a 0.

“Estamos felizes, conquistamos ótima vitória. Respeitamos a equipe deles, mas fazendo gols. Dependemos só da gente. Vamos se preparar durante a semana para ver se conseguimos este título para o Bangu”, disse Joãozinho após a partida.

“Time dos caras é bom. Nosso time é bom, não sei o que acontece, mas peca muito no começo e toma um gol atrás do outro. É difícil”, lamentou o meia Mateus do Shabureya.

Uberlândia também cumpre sua missão e vira o principal desafiante

O Uberlândia foi outro a fazer a sua parte. Após vencer o União Ahu por 7 a 2, a equipe da Zona Sul precisa vencer o perigoso time do Grêmio Ipiranga e torcer contra o Bangu na rodada final.O destaque foi o atacante Paulinho, autor de três gols. Durante a semana, nós contaremos e mostraremos a música que ele pediu.

O Uberlândia saiu na frente logo aos 3 minutos com Dinda aproveitando cruzamento rasteiro. Denis ampliou aos 16 minutos de cabeça. Na comemoração, homenageou o filho que vai nascer, colocando a bola sob a camisa.

Foi também de cabeça que Dinda fez o terceiro gol da partida, o segundo dele, aos 25 minutos. O goleiro Joe tentou defender a cabeçada feita em direção ao chão e não conseguiu.

Paulinho fez o primeiro dele no jogo, o quarto da partida, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Uberlândia desacelerou um pouco o jogo. Mesmo assim, chegou ao quinto gol com Paulinho aos 12 minutos e ao sexto com uma cabeçada contra de Luciano aos 14 minutos.

Aos 31 minutos, a partida ganhou uma marca inusitada. Baiano marcou um gol contra a favor do União Ahu. Não é todo dia que vemos dois gols contra num mesmo jogo. A bola foi rebatida, bateu no pé do lateral e encobriu Giraia.

Aos 36 minutos, o goleiro Carlão, que havia substituído Giraia, cometeu pênalti. Bigo bateu forte e diminuiu para o União Ahu.

Fechando a partida, aos 42 minutos, Gaúcho, goleiro improvisado na ponta, cruzou e Paulinho concluiu para fazer sua tripleta e o sétimo do Uberlândia, dono do melhor ataque da competição com 27 gols marcados.

“Um jogo corrido. Time do Ahu com proposta de fechar. Fomos felizes nas finalizações e estamos de parabéns”, disse Paulinho após o jogo.

“Na verdade, a gente fez uma partida que primeiro tempo finalizou um monte e eles finalizam faziam e a gente errava. Foram superiores. Agora é trabalhar que a gente tem uma Suburbana pela frente”, analizou o meia Carlinhos do União Ahu.

Ficha Técnica das Partidas:

Rodada dupla no Estádio Manoel Gustavo Schier, Vila Uberlândia, Novo Mundo

Bangu 6 x 0 Shabureya

Bangu: Ricardo; Ronan (Diego), Diogo, Paulo Sérgio e Anderson; Valdir, Betinho (Neguinho), Samuca (Eltinho) e Joãozinho (Saulinho); Juninho (Foca) e Zanka (Romarinho). Técnico: Jefferson.

Shabureya: Renato; China, Fuchs (Marcão), Bueno e Peter; Harison. Murian, Mateus (Clézio) e Gibson; Coxinha e Felipe (Neguinho). Técnico: Tchesco Falvo.

Arbitragem: Danilo Simão Lagroteria Oliveira Faria, Marco Aurélio dos Santos e Zacarias Chumlak.

Gols: Zanka (BAN, aos 15’/1.º), Valdir (BAN, 30’/1.º), Joãozinho (BAN, aos 47’/1.º, aos 18’/2.º), Romarinho (BAN, aos 27’/2.º), Saulinho (BAN, aos 44’/2.º).

Cartões Amarelos: Diogo (BAN); Peter, Fuchs (SHA).

União Ahu 2 x 7 Uberlândia

União Ahu: Joe; Castelli (Neguitinho), Fábio, Thiago e Vivi (Lucas Siqueira); Guilherme Ribeiro, Luciano, Binho (Carlinhos) e Gui (Lucas); Clé (Stanley) e Bigo. Técnico: Marcelo Leôncio.

Uberlândia: Giraia (Carlão); Baiano, Luan Santos, Alex Paiva e Kiki (Gaúcho); Matheus, Denis, Juliano e Mineiro; Pulinho e Dinda (Radamés). Técnico: Joãozinho Ribeiro.

Arbitragem: Cristiano Antônio Teixeira, Marco Aurélio dos Santos e Zacarias Chumlak.

Gols: Dinda (UBE, aos 3’/1.º, aos 25’/1.º), Denis (UBE, aos 16’/1.º), Paulinho (UBE, aos 45/1.º, aos 12/’2º, os 42’/2.º), Luciano (AHU, contra, a favor do UBE, aos 14’/2.º), Baiano (UBE, contra, a favor do AHU, aos 31’/2.º), Bigo (AHU, aos 36/2.º).

Cartões Amarelos: Matheus, Mineiro (UBE).

Confira Imagens das Partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: