Iguaçu elimina Uberlândia e avança às semifinais da Suburbana

Jogadores do Iguaçu comemoram o segundo gol da partida, marcado por Marcelo Tamandaré: Alvinegro da Colônia encara Nova Orleans nas semifinais
Jogadores do Iguaçu comemoram o segundo gol da partida, marcado por Marcelo Tamandaré: Alvinegro da Colônia encara Nova Orleans nas semifinais

Após empate no jogo de ida, o Iguaçu fez valer o mando de campo e venceu o Uberlândia, na tarde de sábado (22), no Egydio Ricardo Pietrobelli, carimbando a vaga para as semifinais da Suburbana. O placar de 4 a 1 fez com que o Alvinegro da Colônia chegasse aos 4 pontos contra 1 do adversário no mata-mata sem saldo de gols das quartas de final.

Marcelo Tamandaré marcou duas vezes, enquanto que Hideo e Romário fizeram os outros gols do Iguaçu. Radamés fez o gol de honra do Uberlândia. O Iguaçu encara agora o Nova Orleans, que contra a maioria dos prognósticos eliminou o Novo Mundo na decisão por pênaltis após bater o adversário em seus próprios domínios. A ida será no José Drulla Sobrinho e a volta no Egydio Ricardo Pietrobelli, pois o Iguaçu tem a melhor campanha entre os dois.

“Um gol na conta, mas um monte perdido. Eu preciso melhorar muito ainda, mas sobre o jogo, o time fez uma partida segura e suportou bem em campo”, afirmou o experiente meia-atacante Hideo, autor de um gol na partida, e que está apenas na terceira partida pelo Iguaçu na temporada. “Na verdade, conheço este grupo, já estou enturmado, então [estrear com a competição em andamento] não tem muita diferença”, explicou.

 

“Achei que no primeiro tempo o time começou a perder a cabeça na marcação, não fechando os espaços. Entrei tentando fazer o meu melhor, mas a equipe se desesperou, infelizmente. Fica para o no que vem e boa sorte para o Iguaçu agora na sequência”, disse o meia Radamés, que saiu do banco para marcar o gol do Uberlândia. “A gente neste ano chegou na final da Copinha contra um time muito forte do Novo Mundo, sendo que era apenas para montar o time, mas chegamos. Na Suburbana, fizemos bela campanha, chegamos a nos perder um pouco no meio, mas nos recuperamos e nos classificamos em sexto, mas no futebol se perde ou ganha”, concluiu ao analisar a temporada do Uberlândia, que vinha do vice-campeonato da Série B na temporada passada.

Os jogos das semifinais devem começar no próximo sábado (29), com a rodada dos juvenis às 14h30 e os adultos às 16h30.

O jogo

O empate na ida por 1 a 1 deixava o duelo completamente em aberto. O Uberlândia não se intimidou diante do campo adversário e chegou a ficar perto do gol em lance que Quintino concluiu e o experiente Luisinho Netto salvou quase em cima da linha.

Essa experiência toda no fim das contas favoreceu o time do Iguaçu, que teve paciência para encontrar as falhas do Uberlândia e frieza suficiente para decidir a partida e o confronto.

O também experiente Marcelo Tamandaré precisou de apenas dois lances nos 45 minutos iniciais que atuou para colocar o Alvinegro da Colônia em vantagem. Aos 30 minutos, marcou o gol de abertura e aos 42 minutos repetiu a dose, usando de oportunismo e velocidade em um lance de contra-ataque.

No segundo tempo, precisando do resultado, o Uberlândia mudou taticamente soltando mais os jogadores agudos. Porém, sobrou espaço para o contra-ataque. Foi assim, num contra-ataque, que Hideo, mais um da turma daqueles com mais de 35 anos, aproveitou na base da velocidade para fazer 3 a 0.

O técnico Joãozinho Ribeiro lançou aos 30 minutos o meia Radamés, tentando uma reação. Inicialmente, a mexida deu certo. Logo os 32 minutos, o camisa 15 diminuiu o marcador ao chutar de perto da meia lua. Porém, no minuto seguinte, em uma jogada de contra-ataque, Pablo arrancou pela direita e deixou Romário pronto para fazer o quarto do Iguaçu. No lance, o time do Uberlândia reclamou que o assistente Weber Felipe Silva havia sinalizado uma falta da defesa e que isso teria feito a zaga parar. O árbitro Thiago mendes Moreira deu vantagem e a jogada prosseguiu até o gol.

Nos juvenis, Renovicente passa após a trave balançar dos dois lados

Na preliminar de juvenis, o Renovicente avançou para as semifinais após empatar sem gols com o Iguaçu. O jogo de ida teve vitória do Tricolor do Santa Cândida por 2 a 0 o que dá um agregado de 4 pontos a 1 para o Renô.

Num jogo cheio de chances para as duas equipes e com uma expulsão de cada lado, o placar esteve perto de ser movimentado. Cada time acertou a trave do adversário por uma vez e o duelo terminou com o Iguaçu buscando desesperadamente o gol que levaria o confronto para os pênaltis colocando o seu goleiro para atacar na área adversária.

Caso a FPF não altere a tabela para adequar os deslocamentos, o Renovicente pegará o Novo Mundo com a ida no José Drulla Sobrinho e a volta no Egydio Ricardo Pietrobelli, casa do Iguaçu.

Ficha Técnica:

Iguaçu 4 x 1 Uberlândia

Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, Santa Felicidade, Curitiba

Iguaçu: Rodrigo; Luisinho Netto, Douglas, Emerson e Juninho  (Tomate); Adam (Aderaldo), Léo Gago (Zé Nunes) e Pablo (Pequi, depois Caio); Marcelo Tamandaré (Romário), Marcelo Moscatelli e Hideo. Técnico: Juninho.

Uberlândia: Jiraya; Luan Santos (Walysson), Tiagão e Alex Paiva; Juliano, Henrique (Radamés), Rafinha, Paulinjo (Fumaça) e Alan; Quintino e Diego Sena. Técnico: Joãozinho Ribeiro.

Arbitragem: Thiago Mendes Moreira, Weber Felipe Silva e Euclides Lucas José Garcia.

Gols: Marcelo Tamandaré (IGU, aos 30/1.º, aos 42/1.º), Hideo (IGU, 24/2.º), Radamés (UBE, aos 32/2.º), Romário (IGU, aos 33/2.º).

Cartões Amarelos: Douglas, Adam (IGU), Luan Santos, Henrique, Diego Sena (UBE).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: